Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,2282 Euro up 5,4770
Search

Obra no Barro Vermelho pode ser causa de falta d'água em vários bairros

Reparos já duram dois meses

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 11 de outubro de 2017 - 10:38
Tubulação estourou na Rua Doutor Jurumenha há dois meses e a obra não foi finalizada.
Tubulação estourou na Rua Doutor Jurumenha há dois meses e a obra não foi finalizada. -

Uma obra não finalizada no Barro Vermelho pode ser a causa da falta de abastecimento de água regular em alguns bairros de São Gonçalo. O líder comunitário do Paraíso e assessor parlamentar, Cláudio Sergio de Brito, de 48 anos, não tem dúvidas e afirma que a falta de água é ocasionada pela obra.

De acordo com Cláudio, uma tubulação na Rua Doutor Jurumenha se rompeu e foi preciso abrir parte da rua para o conserto do equipamento, mas a obra já dura dois meses e não tem previsão de término. “As casas da parte alta de bairros como Paraíso, Gradim, Patronato, Neves, Vila Lage, Barro Vermelho, Mangueira e Parada 40 estão sem abastecimento. A água não tem pressão e isso acaba prejudicando o abastecimento em geral. Estimamos que, pelo menos, 15 bairros sofram com isso. Já entramos em contato com a Cedae e, apesar da facilidade de diálogo, não sabemos a previsão para o fim dessa obra. Ao que sabemos, só falta a reposição da pavimentação para conclusão”, disse Claudinho.

Morador da via, Jorge Luiz dos Santos, de 50 anos, disse que os problemas não se resumem a falta de água. “Esse buraco está cheio de água fétida. O cheiro é insuportável. Nos falaram que é água do valão. Estamos sofrendo com os mosquitos. Não podemos mais ficar na frente de casa ou deixar as janelas abertas. Nunca vimos uma situação como essa”, afirmou.

Trindade – Os moradores da Rua Vitória e adjacentes, em Trindade, estão há 25 dias sem abastecimento. Cansado dos problemas na via, o aposentado Edenilson da Silva, 65, fez uma placa para pedir socorro. “Fiz sozinho um reparo na tubulação acreditando que seria o problema. Mas vi que não é. Hoje (ontem), técnicos da Cedae estiveram aqui, olharam e foram embora sem resolver. Por sorte, tenho cisterna que está garantido o abastecimento, mas não sei até quando”, contou.

A assessoria de imprensa da Cedae informou que a obra será finalizada, com recuperação do asfalto, na próxima semana. Em relação a Trindade, a assessoria informou que a longa estiagem diminuiu o nível do rio Guapiaçu-Macacu, onde a companhia capta água para tratamento e distribuição em São Gonçalo, o que reduziu a pressão da água no sistema e, consequentemente, o abastecimento em parte de São Gonçalo. A companhia vem realizando manobras operacionais para reforço do abastecimento nos locais atingidos pela estiagem e pede que moradores evitem o desperdício e consumam água de forma consciente.

Matérias Relacionadas