Personal organizers fazem trabalho voluntário no bazar do Movimento de Mulheres

Ajuda que vale ouro em São Gonçalo

Enviado Direto da Redação

Foto: Leonardo Ferraz

Você já ouviu falar em personal organizer? Pois bem, há cinco anos, essa profissão, iniciada nos Estados Unidos, vem ganhando cada vez mais espaço no Brasil. O profissional nada mais é do que uma pessoa com grande capacidade de organização, que se especializa e promete pôr tudo em ordem em um ambiente de maneira prática, econômica e inteligente.

E foi justamente sua capacidade de organização que levou Consuelo Lima, de 61 anos, a descobrir uma nova profissão após se aposentar da função de gerente de contas. Ela e um grupo de outras profissionais do projeto “Renovando Espaços” fizeram, recentemente, um trabalho voluntário no Movimento de Mulheres de São Gonçalo (MMSG), no Camarão.


A instituição sem fins lucrativos atende mulheres vítimas de violência. “Tenho certeza que depois que nosso grupo passou por aqui, as assistidas da instituição se sentirão bem melhor, pois uma organização bem feita propicia uma logística melhor no funcionamento do dia-a-dia do local”, disse Consuelo. A diretora do MMSG Esther Alcântara agradeceu o trabalho realizado.


“Elas foram sensacionais. Conhecemos o grupo através de uma visita ao movimento e, a partir daí, surgiu a pareceria. Pretendemos manter por bastante tempo organizado o nosso espaço de bazar com a ajuda das nossas voluntárias. Precisamos muito de ajuda, e o bazar nos ajuda muito a fazer receita”, afirmo Esther.


Para saber mais sobre o projeto das “personal organizers”, basta buscar nas redes sociais Renovando Espaços ou através dos telefones 2717-1399 (Consuelo) ou Lívia (98825-8020).

Veja também