Câmara vai preservar mural do antigo Fórum

Enviado Direto da Redação
Câmara vai preservar mural do antigo Fórum

Câmara vai preservar mural do antigo Fórum

Foto: Alex Ramos

Por Marcela Freitas

As obras na nova sede da Câmara Municipal de Vereadores de São Gonçalo, localizada no antigo Fórum, gerou um certo receio entre pesquisadores e historiadores da cidade. O motivo seria a possível substituição de um mural com a palavra Lex, exposto em frente à edificação erguida na década de 1940.

De acordo com o jornalista e pesquisador Jorge Nunes, autor de publicações sobre a cidade de São Gonçalo, o mural é histórico, obra da artista plástica Noemii, fabricada em São Paulo pelas Indústrias Reunidas Fábricas Matarazzo. Ele contou que, ao saber da reforma, ficou preocupado, já que no projeto de restauração do prédio o mural seria substituído.

Ainda segundo o pesquisador, a fachada original do imóvel também esteve ameaçada, há 10 anos, quando ele precisou intervir para que o patrimônio fosse preservado. “Naquela ocasião, fiz uma carta ao diretor do Fórum e fui entregá-la pessoalmente em Santa Catarina. O juiz-diretor deu ordens expressas para que o mural não fosse destruído. OSG fez o registro, à época. Desta vez, venho pedir novamente para que ele não seja retirado”, recordou.

“Lex, em Latim, quer dizer lei, na nossa língua. E o Poder Legislativo é a Casa das Leis. Nada mais justo que ela permaneça lá”, completou. Presidente da Casa, o vereador Diney Marins explicou que não há o que temer, já que a restauração preservará o patrimônio. “A Câmara aprovou dois projetos de resolução (Nº69/2016 e 070/2016). Um deles denomina a nova sede do Legislativo como “Palácio 22 de Setembro”, e o outro versa sobre a preservação da fachada intitulada “Painel da Justiça”, para preservar a memória histórica do edifício”, anunciou. Marins acrescentou ainda que projetos têm como objetivo homenagear a história da cidade. “Ao darmos o nome de “Palácio 22 de Setembro” à nova sede, estamos não só comemorando a data histórica para São Gonçalo, mas condecorando a Justiça do Estado do Rio, mantendo o painel do antigo Fórum”, encerrou.

A previsão é de que as obras sejam finalizadas em outubro. Enquanto isso, as sessões plenárias estão ocorrendo provisoriamente na sede da OAB/SG.

Veja também