Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Detento descumpre medida em saída de fim de ano, anda de jet sky e termina preso

O caso aconteceu na Região Metropolitana de São Paulo

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 29 de dezembro de 2023 - 11:33
O detento foi localizado pela Polícia Militar na Prainha do Riacho Grande, em São Bernardo do Campo,
O detento foi localizado pela Polícia Militar na Prainha do Riacho Grande, em São Bernardo do Campo, -

Um detento de 30 anos, beneficiado com saída temporária de fim de ano, foi recapturado por desrespeitar as condições do benefício, na última quinta-feira (28). O homem, cumprindo pena por tráfico de drogas, ultrapassou os limites autorizados pela Justiça, sendo localizado pela Polícia Militar na Prainha do Riacho Grande, em São Bernardo do Campo, região metropolitana de São Paulo.

Os policiais identificaram a violação por meio da tornozeleira eletrônica utilizada pelo detento, que sinalizou sua presença fora da área delimitada pelo sistema judiciário, desencadeando um alerta sobre a infração. O 6º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano, em São Caetano, foi acionado. Segundo informações da Polícia Militar, o infrator, que estava utilizando um jet ski, tentou fugir com o veículo aquático para evitar a detenção.


Leia mais:

Polícia investiga agressão a cão em SG como vingança

Gastos de fim de ano: confira dicas para fugir das dívidas


Após a captura, o detento afirmou aos policiais que estava em liberdade há mais tempo do que o permitido, mas as informações policiais confirmaram que ele estava, de fato, em saída temporária de final de ano. O infrator foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória de São Bernardo do Campo, onde permanece detido, conforme informou a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP).

A SSP-SP divulgou que, no Estado de São Paulo, 242 detentos que receberam autorização para saída temporária de fim de ano foram detidos pela Polícia Militar após descumprirem as condições estabelecidas pelo Poder Judiciário. A Secretaria ressaltou que, ao constatar as irregularidades, os presos foram reconduzidos à penitenciária.

Matérias Relacionadas