Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,8407 | Euro R$ 5,349
Search

Mulher morre vítima de feminicídio após quase três semanas internada

Michele Vila Pinto foi atacada a facadas pelo então companheiro em sua casa na Baixada Fluminense e não resistiu às consequências das agressões

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 04 de abril de 2023 - 21:27
Desde o dia 16 de março, Michele lutava pela vida no hospital
Desde o dia 16 de março, Michele lutava pela vida no hospital -

Uma mulher, vítima de feminicídio, morreu nesta terça-feira (4) após quase três semanas internada no Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI). Michele Vila Pinto tinha 33 anos e foi atacada a facadas, em sua própria casa, pelo então companheiro, Rodrigo Almeida Neves Pinheiro, de 44 anos. O caso aconteceu no dia 16 de março, na cidade de Queimados, na Baixada Fluminense. 

Desde o dia 16 de março, Michele lutava pela vida no hospital, mas não resistiu às consequências das agressões. Na segunda-feira (3), a família recebeu a notícia de uma suspeita de morte cerebral, que foi confirmada nesta terça-feira após a aplicação de um protocolo para detecção da perda definitiva e irreversível das funções cerebrais.

Segundo a família da vítima, o ataque aconteceu quando Michele estava dormindo e Rodrigo tentou ter relações sexuais com ela, que negou. O resultado foi uma discussão que terminou em violência extrema, deixando Michele gravemente ferida. A filha adolescente da vítima, Letícia, foi quem ajudou a socorrer a mãe, encontrando-a no chão ensanguentada e com sua irmãzinha de 1 ano e 6 meses chorando na cama. 

Matérias Relacionadas