Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,8413 | Euro R$ 5,3763
Search

Contrabando de vinhos é alvo da Receita Federal e Polícia Federal nesta terça

As operações para desarticular a venda de vinhos contrabandeados foram batizadas de Bodegas, Estero, Perlage e Cédron

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 04 de abril de 2023 - 21:15
As empresas vendiam os vinhos ilegais, através de contas no Instagram ou pelo celular, via WhatsApp.
As empresas vendiam os vinhos ilegais, através de contas no Instagram ou pelo celular, via WhatsApp. -

A Polícia Federal e a Receita Federal realizaram quatro operações, na manhã desta terça-feira (4), para desarticular a venda de vinhos contrabandeados pelas redes sociais. Ao total, foram apreendidas 9 mil garrafas de vinho, avaliadas em R$ 3 milhões.

As empresas vendiam os vinhos ilegais através de contas no Instagram ou pelo celular, via WhatsApp. A Justiça pediu o bloqueio das redes sociais das empresas envolvidas no esquema.

Segundo investigações, os produtos entravam no Brasil sem a autorização do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, e eram vendidos online por valor abaixo do preço de mercado, em média 50% a menos.

Cerca de 70 policiais federais e 50 servidores da Receita realizaram as operações que foram batizadas de Bodegas, Estero, Perlage e Cédron.

Matérias Relacionadas