Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Alunos do Colégio Pandiá se manifestam contra atraso em obras

Com as fortes chuvas de fevereiro, o colégio sofreu alagamentos e um dos muros caiu

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 31 de março de 2023 - 11:43
A escola está funcionando em horários reduzidos, com duas horas de aula para o ensino médio e ensino fundamental
A escola está funcionando em horários reduzidos, com duas horas de aula para o ensino médio e ensino fundamental -

Estudantes do Colégio Estadual Pandiá Calógeras, no Alcântara, em São Gonçalo, se manifestaram nesta sexta (31), contra o atraso na na disponibilização de verbas para obras de reforma na instituição. Com as fortes chuvas de fevereiro, o colégio sofreu alagamentos e um dos muros caiu.

Por conta da demora na conclusão das obras, a escola está funcionando em horários reduzidos, com duas horas de aula para o ensino médio e ensino fundamental, prejudicando o ensino. Além disso, a cozinha do colégio está inutilizável, fazendo com que seja possível oferecer apenas merenda fria (lanches) para os estudantes.

Leia Mais: Colégio Pandiá aguarda obras para voltar a funcionar em horário normal

A situação revoltou alunos e responsáveis que decidiram realizar uma manifestação em frente à escola, exigindo uma resposta ao atraso.

Cartazes como "Justiça" e questionamentos da demora às autoridades foram levados pelos jovens. 

A secretaria de educação informou que "a reconstrução do muro do Colégio Estadual Pandiá Calógeras, em São Gonçalo, está em fase de contratação da empresa que executará o serviço. Assim que finalizado o processo, as obras serão iniciadas. Uma equipe de engenharia da Seeduc esteve, hoje (29/03), no colégio visando agilizar esse trabalho para liberação da unidade."

Matérias Relacionadas