Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Niterói fiscaliza transportes na região Central da cidade

Ação envolveu agentes da Subsecretaria de Trânsito e Transportes e da Secretaria de Acessibilidade

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 30 de março de 2023 - 21:30
O objetivo era entender se os transportes públicos estavam adequados para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida
O objetivo era entender se os transportes públicos estavam adequados para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida -

A Prefeitura de Niterói esteve, nesta quinta-feira (30), em dois pontos da região central da cidade para uma ação de fiscalização de transportes. Agentes da Subsecretaria de Trânsito e Transportes (SSTT) e da Secretaria de Acessibilidade começaram o dia em uma ação no Terminal Rodoviário Presidente João Goulart para vistoriar ônibus que trafegam pelo município. O objetivo era entender se os transportes públicos estavam adequados para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, de acordo com a Lei Brasileira de Inclusão (LBI). Também foram avaliadas as condições gerais dos carros. Outra ação foi realizada em uma das principais avenidas do Centro, Avenida Amaral Peixoto. Os dois consórcios passaram pela fiscalização, que rendeu 11 notificações.

O subsecretário de Trânsito e Transporte, Murillo Moreira Junior, explicou que essa é uma ação rotineira.

"Estamos realizando ações frequentes de fiscalização nos veículos pela cidade. Essa atividade tem como objetivo coibir irregularidades no transporte. Hoje estivemos concentrados no Centro, com vistorias no terminal e também na Av. Amaral Peixoto, mas teremos ações volantes em todas as regiões"

Os agentes dos dois órgãos municipais fiscalizaram 22 ônibus dos dois consórcios. Foram observadas as condições dos elevadores ou rampas de acesso, pneus, campainha, limpeza e dedetização. A SSTT também analisou e notificou as empresas que não estão cumprindo o horário regular da frota.

A secretária municipal de Acessibilidade, Tânia Rodrigues, falou sobre a importância da fiscalização para as pessoas com deficiência e mobilidade reduzida da cidade.

“Essa fiscalização tem uma importância enorme para as pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, já que, muitas vezes, os elevadores desses carros enguiçam e as empresas demoram a consertar. Essa ação tem como objetivo justamente reduzir esse tempo de espera. Desde um pequeno problema até os maiores. Nosso objetivo é dar mais segurança e um serviço de excelência para a população de Niterói”, explicou Tânia.

Moradora do Ingá, a dona de casa Tânia Duarte, de 64 anos, saltou de um ônibus que seria vistoriado no Terminal e elogiou a iniciativa.

“Os ônibus que costumo pegar aqui em Niterói estão em muito bom estado. Mas essa vistoria é sempre muito bem-vinda. Espero que aconteça sempre”, disse.

Já a aposentada Eloah Soares, de 71 anos, moradora da Cova da Onça, ressaltou a importância da fiscalização para os cadeirantes.

“A gente precisa dessa fiscalização. Eu já cansei de ver pessoas cadeirantes não conseguirem embarcar porque o elevador não estava funcionando. Tomara que essa vistoria acabe com esse tipo de situação”, concluiu.

Há cerca de 15 dias, os fiscais também estiveram no local e vistoriaram 18 carros das linhas 67, 61 e 41. Na ocasião, apenas um ônibus estava com o elevador com problema, o que ocasionou o recolhimento do carro. Na última terça-feira (28), o ônibus voltou a circular depois de ser vistoriado e estar com as condições de acessibilidade perfeitas.

Matérias Relacionadas