Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9953 | Euro R$ 5,4069
Search

Promessa sendo cumprida? Picanha sai a R$20 em mercado de Niterói

O presidente Lula levou ao Jornal Nacional a promessa de que a picanha e a cerveja voltariam a fazer parte do cotidiano do brasileiro

relogio min de leitura | Escrito por Maria Clara Machado | 17 de março de 2023 - 12:59
Quilo era vendido a 19,98
Quilo era vendido a 19,98 -

Parece que a promessa do presidente Lula já começou a ser cumprida no Rio de Janeiro. Imagens que foram divulgadas nas redes sociais nesta sexta-feira (17), mostram a picanha sem osso a pelo menos R$19,98, no Barreto, em Niterói.   

Em agosto do ano passado, em campanha para a presidência, Lula levou ao Jornal Nacional a promessa de que a picanha e a cerveja voltariam a fazer parte do cotidiano do brasileiro.   

Quilo era vendido a 19,98
Quilo era vendido a 19,98 |  Foto: Divulgação
 

Com a queda da exportação da carne para a China, o preço baixou cerca de 1,22% e alcançou o menor valor em 15 meses. Entre os cortes de primeira, a picanha teve a maior redução: de 2,63%, afirma o IBGE.   

Em um supermercado em Niterói, a carne baixou para o valor de R$19,98 e surpreendeu os consumidores. Algumas peças de picanha chegaram a R$15,98.   

Algumas peças de picanha chegaram a R$15,98
Algumas peças de picanha chegaram a R$15,98 |  Foto: Divulgação
 

Fabiano Rodrigues, presidente da Associação Comercial do Alcântara, foi ao local fazer compras e se surpreendeu com os valores, fazendo uma publicação no Facebook, brincando com a promessa do presidente.   

Fabiano não perdeu a oportunidade de registra a oferta
Fabiano não perdeu a oportunidade de registra a oferta |  Foto: Divulgação
 

“Logo que eu vi fui fazer a postagem. Tem muita gente não acreditando, chamando de fake news”, contou.  

Segundo Fabiano, a foto foi feita para mostrar a queda dos preços. “Estávamos fora da normalidade. O Governo prometeu que iria baixar o preço da proteína e realmente está cumprindo. A foto serve para comprovar a veracidade da informação”, explicou ele. 

Estagiária sob supervisão de Marcela Freitas*

Matérias Relacionadas