Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 5,1515 | Euro R$ 5,5085
Search

Defesa Civil faz vistorias para auxiliar famílias desabrigadas

Secretarias permanecem em plantão permanente durante o carnaval

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 21 de fevereiro de 2023 - 10:59
O prefeito Capitão Nelson esteve nos pontos de apoio e nos locais de cadastramento
O prefeito Capitão Nelson esteve nos pontos de apoio e nos locais de cadastramento -

Equipes da Defesa Civil de São Gonçalo, secretarias de Assistência Social e de Habitação, além de técnicos do Departamento de Recursos Minerais (DRM), realizaram vistorias para avaliar riscos geológicos e orientações sobre o Auxílio Habitacional Temporário, no Complexo do Feijão, no bairro Patronato, na manhã desta segunda-feira (20). O prefeito Capitão Nelson esteve nos pontos de apoio e nos locais de cadastramento do benefício que seguem funcionando durante o feriado de carnaval. 

O novo comandante da Defesa Civil, major bombeiro Felipe Assumpção, segue traçando rotas, junto com técnicos do DRM, para atender aos chamados realizados pelas famílias atingidas pelas chuvas em toda a cidade. O objetivo é acelerar o trabalho e a concessão de notificações e laudos nos pontos em que há riscos para os moradores. As equipes permanecem nas ruas durante todo o carnaval.

A Secretaria de Assistência Social também segue em plantão permanente durante o feriado realizando o cadastro Auxílio Habitacional Temporário, destinado para aqueles que ficaram desabrigados e estão com laudo de interdição da residência da Defesa Civil. O auxílio de R$ 600 será concedido às famílias por um período de até 12 meses. Nos casos de pessoas que moram de aluguel, o benefício será concedido por três meses. Cerca de 50 famílias já receberam o benefício relativo aos três primeiros meses. 

Equipes da Defesa Civil de São Gonçalo também estão nos pontos de cadastramento do benefício realizando os trâmites para a emissão do laudo de interdição. 

Ao todo, três pontos de cadastro permanecem abertos durante o carnaval, para orientação à população. São eles: Escola Professora Luiza Honória do Prado - Rua Waldir dos Santos, 64, Engenho Pequeno; PAB (Auxílio Brasil) - Rua Sá Carvalho, 1241, Brasilândia; sede da Secretaria de Assistência Social - Rua Dr. Porciúncula 395, Venda da Cruz, antigo 3º BI.

Para a concessão do benefício, é obrigatória a inscrição no CAD Único e a apresentação dos seguintes documentos: notificação de interdição emitida pela Defesa Civil municipal; o Número de Identificação Social (NIS); documento de propriedade ou posse do imóvel; e documento de RG e CPF. Os moradores que não tiverem NIS ou inscrição no CAD Único terão um prazo de até 90 dias para providenciá-los.

Até esta segunda-feira, 125 pessoas permaneciam nos abrigos abertos pela Prefeitura, onde recebem os cuidados necessários. Nas unidades, eles recebem café da manhã, almoço e janta, cesta básica, kit de limpeza e de higiene pessoal, além do auxílio na retirada de documentos.  

Os pontos de acolhimentos abertos são: 

. Jardim Catarina - EM Irene Barbosa - Rua 4

. Salgueiro - Colégio Aroldo Gomes

. Paraíso - Colégio Estadual Coronel João Tarcísio Bueno - Rua Francisco Portela S/N 

. Engenho Pequeno - Escola Estadual Luiz Honória do Prado 

. Escola Municipal Amaral Peixoto - R. Humberto de Alencar Castello Branco 

Limpeza - A força-tarefa integrada criada para coordenar as equipes seguem atuando para mitigar os estragos causados pelas chuvas. Nesta segunda-feira, servidores das secretarias de Desenvolvimento Urbano e de Conservação estiveram em vias dos bairros Engenho Pequeno, Rocha, Centro, Pita, Galo Branco e Trindade, além de serviços de limpeza de rio no Boaçu. 

Desde o último dia 7, a cidade vem sendo castigada por fortes temporais, com índices pluviométricos atípicos, chegando a 200mm em poucas horas. Desde então, a Defesa Civil e as secretarias municipais de Assistência Social, Conservação, Desenvolvimento Urbano, Saúde, Habitação e Gestão Integrada e Projetos Especiais vêm atuando em uma força-tarefa para atender aos chamados e garantir auxílio aos moradores atingidos pelas chuvas. 

Matérias Relacionadas