Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 5,2141 | Euro R$ 5,5468
Search

Tiroteio em Magé: suspeito dos disparos é preso

Flávio Serafim da Silva Júnior, o Bu, está internado após ser atingido no abdomêm e preso sob custódia no hospital

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 20 de fevereiro de 2023 - 15:20
Suspeito dos tiros está preso sob custódia enquanto recebe atendimento em unidade de saúde
Suspeito dos tiros está preso sob custódia enquanto recebe atendimento em unidade de saúde -

Um homem foi preso em flagrante após o tiroteio que matou duas pessoas e deixou 19 feridas em Magé, na Baixada Fluminense, durante um bloco de carnaval na noite de domingo (19). Flávio Serafim da Silva Júnior, o Bu, foi atingido por tiros, mas está internado sob custódia da polícia no hospital Adão Pereira Nunes, segundo informações da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense.

A polícia afirmou que o policial civil Rodolfo Paulo de Brito Santos, de Niterói, reagiu aos disparos do criminoso durante a festa e também foi ferido, com um tiro no abdômen.

Testemunhas disseram que ciúmes de um dos homens teria sido a causa para a troca de tiros entre os dois, mas a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense segue investigando o caso.

Além das mortes de uma criança — Maria Eduarda Carvalho Martins, de 9 anos — e uma mulher, identificada como Gabriela Carvalho de Alvarenga, de 35 anos, Paulo Vitor Barros Silva, de 27 anos –  baleado na cabeça e no peito – também teve a morte confirmada. 

Em nota, a Prefeitura de Magé lamentou o caso, disse que apesar de não promover o carnaval na cidade, presta apoio aos blocos, com o efetivo de mais de 40 homens da Guarda Civil e da Ordem Pública, 120 seguranças privados e apoio do 34° BPMERJ e, por fim, cancelou a festa. 

"O governo municipal, após o lamentável incidente, vai proibir, por meio de um decreto, qualquer atividade relacionada à saída de blocos na cidade até o final do feriado de Carnaval", informou. 

Matérias Relacionadas