Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 5,1937 | Euro R$ 5,5292
Search

Bombeiros atenderam mais de 200 acionamentos nas últimas 24 horas

Militares estão de prontidão para minimizar estragos provocados pelas chuvas

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 12 de fevereiro de 2023 - 10:30
Bombeiros RJ
Bombeiros RJ -

O Governo do Rio, por meio da Secretaria de Estado de Defesa Civil (Sedec-RJ) e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ), monitora as precipitações em todo o Estado, atuando para prevenir e minimizar qualquer possível dano.

Os Bombeiros do Rio já atenderam 226 ocorrências relacionadas às chuvas, nas últimas 24 horas, em todo o território fluminense, incluindo 134 cortes de árvores, 69 salvamentos de pessoas presas ou ilhadas, cinco inundações e 18 desabamentos e deslizamentos.

"Nossos Bombeiros não param e trabalham 24 horas para garantir segurança para a população. Peço a todos que evitem locais de risco e procurem abrigo em locais longe de encostas. Não vamos parar de monitorar e responder aos eventos provocados pelas chuvas", garante o governador Cláudio Castro.

Os agentes da Defesa Civil Estadual estão em contato permanente com as Prefeituras, dando suporte quando as ocorrências extrapolam a capacidade de resposta da gestão municipal - o que ainda não aconteceu.

"Estamos preparados para agir com rapidez e com qualidade técnica em caso de tragédias nesse período de chuvas fortes do verão. Temos investido fortemente em equipamentos e treinamento para este tipo de situação", informou o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do CBMERJ, coronel Leandro Monteiro.

Monitoramento

O Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden-RJ) segue monitorando as condições meteorológicas e os níveis pluviométricos e enviando alertas para os municípios. 

Neste momento, o risco geológico é muito alto em São Gonçalo, e alto na capital, Baixada Fluminense e Região Sul. Nesses locais há alerta para possíveis deslizamentos de terra.

A capital fluminense apresenta risco hidrológico muito alto, enquanto que a Costa Verde e as regiões Metropolitana e Sul apresentam risco alto. Tijuca e São Gonçalo são pontos de atenção para inundações.

Previsão

O panorama meteorológico é de pancadas isoladas de chuva moderada a forte em todas as regiões do Estado.

Matérias Relacionadas