Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 5,1515 | Euro R$ 5,5085
Search

Prefeitura do Rio certifica refugiados venezuelanos em cursos da JUVRio

Certificação acontece neste sábado, 11

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 11 de fevereiro de 2023 - 09:09
JuvRio
JuvRio -

Oitenta jovens venezuelanos de 15 a 29 anos de idade serão certificados neste sábado (11), às 15h, nos cursos Papo de Futuro e Fala, Juventude da Secretaria Especial da Juventude Carioca (JUVRio), realizados no Morro do Banco, no Itanhangá, Zona Oeste  do município.

A iniciativa é uma parceria entre a Prefeitura do Rio, a Organização Internacional para as Imigrações (IOM) e a ONG Aldeias Infantis SOS, que abrigam e dão suporte a refugiados vindos da Venezuela, por meio da fronteira internacional. Os jovens recebem da JUVRio auxílio financeiro de R$ 187,40 e R$ 234,25, conforme o curso em que estiver inserido. 

Os jovens realizaram as aulas na ONG Floresta da Barra, localizada no Morro do Banco, no período da manhã e tarde. O Papo de Futuro e o Fala, Juventude são parte do Emprega JUV, o programa de empregabilidade da Secretaria da Juventude da Cidade Maravilhosa, que capacita e encaminha jovens em vulnerabilidade para o mercado de trabalho.

Os cursos foram ofertados entre os dias 23 e 27 de janeiro e a certificação ocorrerá no auditório 11 da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj),  campus Maracanã.

O Secretário de Juventude Carioca, Salvino Oliveira, explica como o programa Emprega JUV é um exemplo de promoção de redução das de desigualdades por meio  do desenvolvimento com orientação, qualificação e direcionamento para o mercado de trabalho.

“A nossa missão é democratizar as oportunidades para os jovens que mais precisam. Quando soubemos da necessidade dessas famílias, não hesitamos em oferecer nosso aparato com professores que melhor poderiam direcioná-los para os seus sonhos. Todos têm o direito a ter uma vida digna e o carioca é exemplo em solidariedade e acolhimento”, disse o secretário Salvino Oliveira.

Ana Cristina Nunes é coordenadora da ONG Aldeias Infantis SOS, parceira  da JUVRio na ação. Trabalhando com a promoção da família, a organização acolhe refugiados venezuelanos no Rio de Janeiro. Mensalmente, mais de 35 famílias chegam de Roraima para o local via Operação Acolhida do Exército Brasileiro. Ao chegar ao local, os refugiados moram por cerca de quatro meses gratuitamente até que estejam estabelecidos com moradia, documentação e trabalho.

“Foi uma formação muito importante. Nós percebemos que na comunidade faltam atividades para os jovens. O mercado de trabalho para eles é complicado, porque muitos ficam em desvantagem com os demais que estão atrás das mesmas vagas. Já existe a barreira da língua e da escolaridade e essa parceria foi essencial para a capacitação porque eles aprenderam como fazer um currículo, se comportar em uma entrevista de emprego e planejar o futuro, por exemplo”, disse a coordenadora da ONG Aldeias Infantis SOS.

Papo de Futuro e Fala, Juventude

As aulas do Fala, Juventude proporcionaram aos jovens o contato com conhecimentos das áreas arte e cultura. Já as turmas do Papo de Futuro propuseram aos jovens uma reflexão e entendimento sobre suas aptidões vocacionais. A partir do reconhecimento de suas habilidades, competências e expectativas de futuro, os participantes tiveram a chance de desenvolver uma reflexão rica sobre si mesmos e do mundo do trabalho.  Os alunos dos dois projetos receberão auxílio financeiro de R$ 187,40 e R$ 234,25, respectivamente. 

Para não perder nenhuma oportunidade do Emprega JUV, basta acompanhar as notícias sobre cursos e oficinas da JUVRio na página da secretaria, nas redes sociais: www.instagram.com/JUVRio.

Matérias Relacionadas