Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Instituto Cultural Povo do Livro é inaugurado em Maricá

Iniciativa visa apoiar e criar diversas oportunidades para projetos literários, escolas e escritores da região

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 23 de janeiro de 2023 - 13:57
O Povo do Livro nasceu na mente e no coração do escritor Manoel Lago, em 2013, e foi lançado oficialmente em 2016
O Povo do Livro nasceu na mente e no coração do escritor Manoel Lago, em 2013, e foi lançado oficialmente em 2016 -

A Prefeitura de Maricá, por meio das secretarias de Educação e de Cultura, apoiou o lançamento do Instituto Cultural Povo do Livro de Maricá, neste domingo (22/01), no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU), na Mumbuca. A iniciativa terá vários eventos em 2023 como premiações literárias, a interação entre escritores e escolas, saraus e participações em eventos na cidade.

O Povo do Livro nasceu na mente e no coração do escritor Manoel Lago, em 2013, e foi lançado oficialmente em 2016. Em 2019 foi produzida e lançada, a “Antologia Crônicas & Poesias de Maricá”. Em 2022, parte do grupo original, em homenagem à memória deste grande escritor (Manoel Lago faleceu em 2021) e com o intuito de lutar por mais visibilidade e espaço para a produção literária da cidade criou, oficialmente, o Instituto Cultural Povo do Livro de Maricá. O Instituto conta com 17 escritores, moradores da cidade ou que sejam ligados ao município por suas trajetórias literárias.

Sady Bianchin é secretário de Cultura e membro do Povo do Livro
Sady Bianchin é secretário de Cultura e membro do Povo do Livro |  Foto: Divulgação: Anselmo Mourão
 

O secretário de Cultura, Sady Bianchin, que também é membro do Povo do Livro, esteve presente no evento e comemorou o lançamento. “É uma felicidade e uma honra estar aqui hoje. Eu sou membro do Povo do Livro, amigo do Manoel e apaixonado por escrever. Isso é um grande marco para a cidade, pois poesia é a expressão direta da consciência de um povo”, declarou.

O presidente do Instituto, Nilton Oliveira, destacou que o objetivo da iniciativa é unir escritores, cultura e literatura. “Fazer parte da realização do sonho de um dos maiores fazedores de cultura de Maricá, Manoel Lago, nos enche de orgulho e felicidade. O povo do livro é um coletivo e aqui iremos fazer história”. disse Nilton Oliveira.

Matérias Relacionadas