Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,2277 Euro down 5,3247
Search

Serasa Experian registra alta no número de inadimplentes no país

Bancos e cartões de créditos são os que mais geram dívidas na população

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 05 de agosto de 2022 - 11:19
Cresce o número de inadimplentes no país
Cresce o número de inadimplentes no país -

O Serasa Experian divulgou nesta última quinta-feira, 04, dados sobre o número de inadimplentes no Brasil referente ao mês de junho, segundo a pesquisa, o país atingiu a marca de 66,8 milhões de devedores, esse registro tornou-se o maior desde 2016. O levantamento apresentou uma alta de 200 mil pessoas em relação ao mês anterior.

De acordo com os dados, o principal segmento que provoca dívida na população, são os bancos e os cartões de créditos, atingindo cerca de 27,8% do total. Logo na sequência vêm as contas básicas como água, luz e gás, com 22,6%. Por fim a parte financeira e de varejos, com 13,2% e 12,5%, respectivamente.  Serviços (10,5%), Telefonia (7%) e Securitizadoras (2,2%) terminam o ranking de dívidas por setor.

Vale mencionar que o inadimplente pode correr o risco de ter o "nome sujo" no Cadastro de Pessoa Física (CPF), por conta do acumulo de dívidas, como consequência, o CPF pode acabar ficando negativado, perdendo-se assim o direito de conseguir créditos, comprar um produto a longo prazo, fazer um financiamento de imóvel ou até mesmo obter um cartão de crédito.

No entanto, o caminho mais rápido para evitar essa situação, é a quitação da dívida, limpando-se assim o nome. Para realizar esse procedimento, o consumidor deverá ir diretamente ao estabelecimento, que está devendo, para realizar a negociação. Além disso, outras possibilidades é a utilização do Serasa Limpa Nome, que apresenta opções para as quitações das dívidas com direito a descontos especiais.

Vale ressaltar que nesse mês de agosto, o Serasa já desenvolveu uma ação para estimular o parcelamento de dívidas sem juros, tendo como finalidade, gerar mais de 48 milhões de débitos para as renegociações em até 36 vezes sem juros.  Para os acordos serão oferecidos os tradicionais descontos de até 90% .

A decisão em oferecer os descontos para os devedores, no ato da quitação, deu-se através de uma pesquisa desenvolvida pelo Serasa, no resultado da pesquisa, percebeu-se mais entusiasmo, por parte da população em limpar seus nomes, com a ajuda do desconto alto e do parcelamento das contas sem os juros. Para a pesquisa, foram necessárias realizar cerca de 2.645 mil entrevistas em todo o país. 

Matérias Relacionadas