Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down 5,0854 Euro up 5,2385
Search

Niterói decreta luto de três dias pela morte do ambientalista Stuessel Amóra

Aos 82 anos, o empresário e ambientalista lutava contra um câncer desde 2015

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 02 de julho de 2022 - 09:00
Foi decretado luto de três dias em Niterói
Foi decretado luto de três dias em Niterói -

Morreu na noite da última sexta-feira (01), o ambientalista Stuessel Amóra. O enterro acontecerá neste sábado (02), no Parque da Colina, onde vai receber os amigos entre meio-dia e 15 horas.Em nota, o prefeito de Niterói, Axel Grael, lamentou com pesar a morte do empresário e ambientalista Stuessel Amóra, e decretou luto oficial de três dias na cidade.

Desde 2015, ele lutava contra um câncer. Stuessel Amóra foi o fundador da Sociedade de Pró-Preservação Urbanística e Ecológica de Camboinhas (Soprecam) e presidiu a entidade exercendo a missão até 2014. Também teve importante representatividade no segmento da administração hospitalar. Presidiu a Sociedade Portuguesa de Beneficência de Niterói, mantenedora do Hospital Santa Cruz, que encontrou em processo de deterioração e com problemas financeiros, fiscais e trabalhistas, conseguindo reverter este cenário.

“Stuessel Amóra é uma das maiores lideranças e mais influentes personalidades de Niterói. O bairro de Camboinhas deve muito do que é hoje à sua enorme dedicação à Soprecam e ao modelo de gestão que ele instituiu. Uma grande perda para Niterói”, destacou o prefeito.

Considerado por muitos como um idealizador muito à frente de seu tempo, Stuessel Amóra nasceu na cidade de Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais, e veio para Niterói com os pais ainda criança. Foi um permanente colaborador de atividades comunitárias, tendo contribuído para a construção da “Casa do Médico”.

Na presidência da Soprecam contribuiu para que Camboinhas fosse, durante muitos anos, o único bairro no Estado do Rio a possuir autogestão, com a própria comunidade gerindo a limpeza pública, preservação do meio ambiente, jardinagem, preservação dos projetos urbanos e da restinga. Em 1988, foi nomeado para dirigir a Subprefeitura do então 2o. Distrito de Niterói (Região Oceânica).

Em parceria com a Prefeitura, realizou a pavimentação e urbanização da Avenida 2 e a construção da Praça João Batista Pettersen, além da implantação de canteiros divisórios nas Avenidas 1 e 3, com ajardinamento e plantio de árvores. Viabilizou ainda a construção do Parque Burle Marx e, no seu interior, ergueu a Igreja de Santa Therezinha do Menino Jesus. No período de 1993 a 2000, Stuessel Amóra dirigiu, reformou e ampliou a Clínica de São Gonçalo.

Stuessel Amóra deixa a esposa Anna Maria, os filhos Mariana e Stuessel Junior, e os netos Sofia, Tom, Liz, Valentina, Martina e Noah.

Matérias Relacionadas