Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down 5,2536 Euro down 5,5041
Search

Encontro no MPRJ discute sobre atuação conjunta em quatro eixos temáticos

Procuradores-Gerais de Justiça dos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo estiveram reunidos nesta quinta-feira (23)

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 23 de junho de 2022 - 19:56
Procuradores-Gerais de Justiça reunidos no MPRJ
Procuradores-Gerais de Justiça reunidos no MPRJ -

Os Procuradores-Gerais de Justiça dos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo, deram início, nesta quinta-feira (23), ao 2º Encontro de Procuradores-Gerais de Justiça da Região Sudeste. O encontro, que vai até sexta-feira (24), na sede do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), discute formatos de atuação institucional conjunta em quatro eixos temáticos: princípio da unidade, segurança pública, segurança hídrica e atuação junto aos Tribunais Superiores. 

“Estas discussões tiveram início em encontros anteriores, uma vez que os quatro estados têm agendas em comum. O diálogo fortalece o pensamento e esperamos que essa tendência se espalhe pelo país. A articulação conjunta, nos eixos de atuação definidos, pode trazer excelentes resultados para a nossa instituição”, destacou o procurador-geral de Justiça do Rio, Luciano Mattos, que também exerce a vice-presidência do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais de Justiça (CNPG) para a Região Sudeste.

Para Luciana Andrade, PGJ do Espírito Santo, a ambiência coletiva é um diferencial no modelo de planejamento e profissionalismo implementado pelas instituições. “Avançamos muito com a criação de um Grupo de Trabalho estruturado, com planejamento e metas. Precisamos trazer luzes sobre a utilização da inovação no modelo de atuação do MP”, afirmou. 

A complexidade dos problemas vividos pelos quatro estados foi um dos destaques da fala de Mário Luiz Sarrubbo, PGJ de São Paulo. “Temos estados grandes, populosos e com uma criminalidade que ultrapassa nossas fronteiras. Por isso, precisamos do diálogo institucional, trabalhando juntos para resolver nossos problemas”, disse.

De acordo com Jarbas Soares Júnior, PGJ de Minas Gerais, um dos desafios das discussões é avançar no debate sobre o princípio da unidade. “Esse encontro promove o princípio da unidade de forma amplificada. Somos um corpo só como instituição e, por isso, precisamos dialogar e pensar a geopolítica de maneira nacional”, ponderou.

Após as falas de abertura, o procurador de Justiça do MPSP, Marcelo Goulart, ministrou a palestra “Princípio da Unidade”, em que expôs a história do MP brasileiro e destacou momentos marcantes que serviram para fortalecer a instituição perante a sociedade. Após a apresentação, houve um debate temático com a participação de membros das quatro instituições.

Nesta sexta-feira, os membros discutem propostas conjuntas de atuação para a segurança pública, segurança hídrica e a atuação junto aos Tribunais Superiores, em três painéis temáticos que terão início às 9h.

Matérias Relacionadas