Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,2189 Euro up 5,4697
Search

Anvisa determinada recolhimento do medicamento ‘Losartana’

O motivo dado é pelo remédio de pressão alta conter impurezas

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 23 de junho de 2022 - 19:53
A Anvisa não recomenda a pausa no tratamento de quem já possui o medicamento
A Anvisa não recomenda a pausa no tratamento de quem já possui o medicamento -

Foi decretado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta quinta-feira (23), o recolhimento e também a interdição do remédio para pressão alta, Losartana. De acordo com a Anvisa, a razão da retirada seria por conta de uma impureza ‘azido’ constatada no remédio e que estaria acima do limite permitido, afetando a segurança de quem usar.

A Anvisa já tinha feito outra autorização de recolhimento voluntários anteriormente, que foi feito pelas próprias empresas durante os meses de setembro e outubro do ano de 2021 e agora em junho de 2022.

O ‘azido’ a impureza encontrada no remédio, é uma substância que pode aparecer durante todo o processo da fabricação do insumo farmacêutico ativo, ele possui um potencial mutagênico. As impurezas mutagênicas são substâncias químicas que modificam o DNA de uma célula. Essa medida preventiva, está sendo tomada depois de algumas realizações de análises com os produtos que já estão no mercado brasileiro.

Todas as avaliações foram feitas a pedido da própria Anvisa.

Losartana é um dos medicamentos mais usado e indicados do Brasil, para tratar a hipertensão arterial (pressão alta) e também insuficiência cardíaca. A Agência enfatizou que as pessoas não parem seu tratamento. Essa medida foi tomada depois da Anvisa tomar conhecimento da impureza encontrada e também para tornar o produto adequado para consumo novamente. 

Matérias Relacionadas