Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down 5,2536 Euro down 5,5010
Search

Comerciante da Praça da Trindade fica no 'vermelho' após Enel não instalar relógio de energia

Eliane precisou comprar um gerador para conseguir trabalhar

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 23 de junho de 2022 - 17:17
Enel informou que uma equipe será enviada ao local ainda hoje
Enel informou que uma equipe será enviada ao local ainda hoje -

Comerciantes que possuem barracas de lanches e food trucks na Praça Leonor Correia, conhecida popularmente como Praça da Trindade, estão passando por um problema com a concessão de energia por parte da Enel para que eles possam trabalhar. Uma das comerciantes, Eliane Pereira, está desde o mês passado passando por uma via-crúcis para conseguir ter um relógio ligado à sua barraca e continuar o seu trabalho.

Em maio deste ano, a Prefeitura de São Gonçalo, através da Subsecretaria de Fiscalização de Posturas, solicitou aos comerciantes para que fossem à Enel e pedissem um relógio provisório para não precisarem puxar energia diretamente do poste para suas barracas. O problema é que, desde que fez o pedido, o relógio de Eliane ainda não foi providenciado, o que tem atrapalhado seu trabalho.

"A postura pediu que a gente fosse até a Enel pedir um relógio provisório para que a gente pudesse trabalhar dentro da legalidade. Então, a postura deu pra gente um documento e fomos até a Enel. Eu fui no dia 26 de maio, quando meu documento ficou pronto. Pedi esse relógio provisório, tenho aqui a documentação, paguei tudo direitinho, eles pediram dez dias úteis pra poder fazer essa instalação, podendo ser resolvido antes desses dez dias.", explicou Eliane.

Passados os dez dias, Eliane decidiu ligar para a Enel, mas foi informada de que o problema só poderia ser resolvido na central de atendimento de forma presencial, onde descobriu que o problema não foi resolvido por conta de um erro no número do cliente. Com isso, foram dados mais dias para resolver o imbróglio, mas nada foi feito mais uma vez.

"Falaram pra mim que isso seria resolvido dentro de cinco dias e que era para eu ficar despreocupada, que cinco dias seria o máximo, que com certeza poderia ser resolvido antes desse prazo. Mas até hoje não foi resolvido. Eu tive que comprar um gerador para conseguir trabalhar e como ele usa combustível fica muito caro e pesa demais no bolso", continuou.

Em resposta, a Enel informou que está "providenciando a ligação solicitada pelo cliente 55739761 com a maior brevidade possível. Para acelerar o processo, foi gerada hoje uma nova ordem de serviço (A034266375). Clientes em situação semelhante devem enviar seus dados para que a companhia possa analisar pontualmente caso a caso. Quem precisar solicitar ligações temporárias deve procurar a loja de atendimento da Enel mais próxima. A concessionária salienta que somente o interessado responsável pela ligação e/ou pessoa por ele legalmente constituída em procuração pública ou particular pode realizar a solicitação. No caso de comerciantes autônomos, a Enel requer a apresentação de documento oficial com foto e CPF, Alvará de funcionamento expedido pela Prefeitura e Formulário de Declaração de Carga (disponível nas lojas) assinado pelo solicitante"

Matérias Relacionadas