Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,1944 Euro up 5,4463
Search

De São Gonçalo, ator Cauê Campos brilha no horário nobre da Globo

Ator contou sobre as dificuldades da carreira no início da pandemia da Covid-19

relogio min de leitura | Escrito por *Lucas Dias | 22 de junho de 2022 - 10:42
Ator gonçalense brilha nas telas da Globo
Ator gonçalense brilha nas telas da Globo -

O ator Cauê Campos, de 20 anos, está de volta às telinhas, desta vez em horário nobre da Globo. O gonçalense interpreta o personagem Roberto, filho caçula de Tenório (Murilo Benício) e Zuleica (Aline Borges) na novela das nove, Pantanal.

Em 2021, o ator cedeu uma entrevista a O SÃO GONÇALO, falando sobre seus futuros projetos e da paixão por seu município de origem.

Com a pandemia e os avanços da doença em 2021, Cauê conta que ficou assustado com o cenário geral e preocupado com a carreira durante a  quarentena.

Na época , o ator tinha acabado de completar 18 anos de idade, e naquele mesmo ano, tinha finalizado um grande projeto. Logo na sequência, em reunião com os seus empresários viriam outras oportunidades importantes na carreira do jovem. Porém todas essas expectativas foram por água a baixo quando foi anunciada a quarentena. 

"Eu tinha reunido com o pessoal do meu escritório, e a gente traçou metas para a carreira e tudo mais, tudo o que a gente poderia fazer. O que a gente planejou eram coisas que pra gente dariam super certo, as expectativas estavam lá em cima, aí no auge de todas essas certezas, veio a pandemia, arrasando com todos os nossos planos e projetos. Ela veio acabando com muita coisa importante, eu fiquei sem chão, sem saber o que fazer, de um lado a gente estava perdendo vários amigos, do outro a gente perdia os trabalhos. Então a gente não sabia o que fazer e como continuar. O circo realmente fechou, mas isso foi uma oportunidade de entender o se 'reinventar', tentando adaptar à nova realidade, além de criar novas oportunidades", revela o ator.

Parte do se reinventar também atingiu um outro lado da carreira de ator, pois a forma como as emissoras estão fazendo os testes com os atores também mudou.

"Antigamente era de forma presencial, agora eles readaptaram para os vídeos, chamados de selftap, vídeos que os próprios atores fazem para mandar para os avaliadores. E com isso, foi uma forma nova que eu entendi de produção. Apesar de tudo, ainda estou feliz porque consegui realizar alguns trabalhos ainda em 2020, algo que eu não imaginava mesmo. Com a alta dos streams pude trabalhar dentro de casa. Consegui fazer parte de um episódio de uma série, que foi para o serviço de streaming. E 2021 foi o ano em que eu mais trabalhei, no início eu fui para o Uruguai, a trabalho, fiquei duas semanas isolado por conta da Covid-19. Foi a minha primeira viagem internacional",  continuou Cauê.

Sobre o seu mais novo projeto na rede Globo, Pantanal, o ator conta que o teste para participar da novela foi feito ainda no Uruguai de forma remota e isolada em 2021. Naquele mesmo ano,  ele conseguiu alguns testes importantes em outras plataformas de streaming,  além de um filme intitulado 'Vai danada', atuandoo pela primeira vez no papel principal. O filme foi dirigido por Jorge Furtado.

O artista ressalta que a experiência de fazer parte do elenco de Pantanal tem sido um grande aprendizado. 

"Está sendo muito interessante e um aprendizado, desde o início da minha carreira tive chances de contracenar sempre com atores incríveis, dos consagrados aos que estavam começando as suas carreiras. Costumo dizer que sempre dei muita sorte nesse ponto da minha carreira. Essa experiência está sendo maravilhosa. A Aline (Interpreta Zuleica) é incrível, o Murilo (Interpreta o Tenório) é outra pessoa espetacular, eu digo que tudo é um verdadeiro aprendizado, ali na hora da cena, são pessoas espetaculares", completou Cauê.

Ele já esteve em outros grandes sucessos como: Avenida Brasil, Lado a Lado, Babilônia, Totalmente Demais e recentemente o Sétimo Guardião. Apesar disso, ele afirma que a cada trabalho, ainda sente o mesmo nervosismo inicial.

"Eu fico nervoso no início, quando vou receber o papel, mas ele logo acaba quando eu encontro a galera nos sets de gravações. No momento, eu fico mais feliz quando recebo propostas de trabalho do que nervoso", brincou Cauê.

*Sob supervisão de Cyntia Fonseca 

Matérias Relacionadas