Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down 5,2536 Euro down 5,5005
Search

Dia Nacional do Café: espaços modernos oferecem iguaria em SG

Neste dia 24 de maio comemora-se o Dia Nacional do Café

relogio min de leitura | Escrito por Ana Carolina Moraes | 24 de maio de 2022 - 16:45
O Empório Vírgula traz o Mocaccino, com calda de chocolate, leite, espuma e café
O Empório Vírgula traz o Mocaccino, com calda de chocolate, leite, espuma e café -

O café se tornou mais do que apenas uma bebida para alguns gonçalenses, agora é também um companheiro para passar o dia e uma forma de conhecer novos lugares. Em São Gonçalo, atualmente, existem estabelecimentos especializados que fornecem até drinks de cafés, além de espaços que acolhem as pessoas. Neste Dia Nacional do Café, comemorado nesta terça-feira (24), O SÃO GONÇALO visitou lugares que sejam jovens, descolados e tragam o café junto com um bom ambiente para os consumidores. É o caso do Empório Vírgula, do Justo Café e da Bellajoe Cafeteria.

O Empório Vírgula (@emporio.virgula no Instagram) nasceu em novembro de 2020, logo após o 'boom' da pandemia. O local, que fica localizado na Rua Carlos Gianeli, número 235, no Centro de SG, faz até drinks de café, mas a ideia do espaço é mais do que isso. 

"A Empório Vírgula tem esse nome porque queríamos fazer um empório, um comércio que vende diversos tipos de mercadorias, e com continuação, por isso a vírgula, indicando continuidade, mais de um tipo de venda. Somos três jovens, eu, Gabriel Paltgraff, de 30 anos, o Renan Ferreira e o Pablo Ferreirinha, que pensamos nesse projeto com a curadoria do Carlos Ferreirinha. Nós nos conhecemos no colégio e na pandemia conversamos sobre várias coisas, dessas surgiu o empreendedorismo e fomos nos redescobrindo nessa área. Eu e o Renan já empreendíamos em outra coisa e o Pablo trouxe esse espaço aqui que é da família dele, onde antes aqui era uma padaria. Aceitamos o convite dele e resolvemos empreender aqui. Trouxemos para cá toda a nossa experiência com empreendimento e até o que foi aprendido pelo Pablo na época em que ele morou fora e reunimos tudo isso num espaço barato, jovem e cool", afirmou Gabriel.

Os donos do Empório Vírgula
Os donos do Empório Vírgula |  Foto: Layla Mussi
 

Os três já eram apaixonados por café, mas passaram a descobrir novos gostos com o empreendimento. Hoje, eles são parceiros da marca Illy, que já venceu o prêmio de melhor café do mundo várias vezes, e eles fornecem em São Gonçalo cafés da Colômbia, Etiópia e de outros países. 

No Empório Vírgula são fornecidos diversos tipos de café
No Empório Vírgula são fornecidos diversos tipos de café |  Foto: Layla Mussi
 

"Somos um lugar flexível e que também vendemos produtos artesanais, como biscoitos e suspiro, produzidos em São Gonçalo. Também temos drinks de café, como o Afogato (feito de bola de sorvete, café expresso e licor de doce de leite (com teor alcóolico)), por exemplo, além do Expresso Tônica (que é água tônica com expresso, é uma bebida gelada, que nem a anterior) e do Mocaccino (que é uma bebida quente que leva calda de chocolate, leite, espuma e café). Aqui também temos o Breakfast, incluindo um café da manhã com café ou suco, para duas ou três pessoas, com ovos, bacon, pão e muito mais, é bem completo. Além disso, vendemos também pratos de comida no almoço, pão de queijo, doce de leite artesanal, carnes, temos cerveja, e muito mais, tudo para um espaço de lazer e conforto em São Gonçalo", afirmou Ana Carolina Xavier, de 30 anos, conhecida como Carol, que atua como chefe de cozinha e coordenadora de cardápio do Empório Vírgula. 

Carol trabalho no local desde o início
Carol trabalho no local desde o início |  Foto: Layla Mussi
 

Um outro lugar que também chama a atenção de quem é de São Gonçalo é o Justo Café (@justocafe no Instagram), que tem esse nome, de acordo com os proprietários, justamente por ter uma missão dada por Deus, que é levar a Justiça em diversas formas para São Gonçalo, incluindo um atendimento justo e digno para todos. O empreendimento se localiza na Rua Salvatori, número 10, no Centro de SG. "O nosso empreendimento foi feito pelo casal Bruno e pela Tamiris Fidélis. Em 2017, o Bruno trabalhava com engenharia de produção e não tinha conhecimento de café, mas ele pensou em uma forma de ficar mais próximo de sua família, com isso, desistiu de seu trabalho e iniciou um curso de barista com sua esposa, se apaixonando pela produção do café. A partir daí, eles buscaram iniciar um empreendimento do tipo em São Gonçalo, pois viam que as pessoas tinham que ir para Niterói ou Rio para ter uma cafeteria legal, foi aí que eles pensaram em abrir nossa primeira loja no Alcântara em 2018", afirmou Marcele Gomes, de 36 anos, que é barista da Justo Café no Centro de São Gonçalo. Essa é a segunda unidade do Justo Café e foi aberta no início do ano. O café deles passa por um procedimento artesanal, com grãos leves e torrefação média.

O Justo Café fica no Centro de SG
O Justo Café fica no Centro de SG |  Foto: Layla Mussi
Funcionários do Justo Café
Funcionários do Justo Café |  Foto: Layla Mussi
 

Dentre os principais pedidos de clientes da casa, está o Frapuccino (uma bebida gelada), o Chocolate Justo (que é uma bebida quente, que leva chocolate e borda de Nutella) e o Capuccino Justo (com bordas de Nutella e Chantily). Tudo isso pode ser servido com bacon, torradas e sanduíches. 

O Justo Café tem um Frapuccino com Nutella e Chantily como 'carro-chefe'
O Justo Café tem um Frapuccino com Nutella e Chantily como 'carro-chefe' |  Foto: Layla Mussi
 

O mineiro Guilherme Do Val, de 42 anos, escolheu o Justo Café para iniciar o seu dia neste Dia Nacional do Café. Foi a primeira vez do representante de laboratório em uma cafeteria gonçalense e ele aproveitou para comemorar o dia. "Sou de Minas, então, desde pequeno estou acostumado a tomar café em vários momento do dia. Gosto daquele preto e sem açúcar mesmo, sem adoçante. Não sabia que hoje era o Dia do Café, mas estou comemorando e o café expresso daqui está aprovado", contou ele.

Guilherme experimentou o café do Justo Café hoje e aprovou
Guilherme experimentou o café do Justo Café hoje e aprovou |  Foto: Layla Mussi
 

Um outro estabelecimento destaque neste Dia do Café é a Bellajoe Cafeteria (@bellajoe.cafeteria), que nasceu há cerca de três anos e traz o nome dos dois filhos da dona, Vanessa Valverde, a Isabella e o Joe William. 

A Bellajoe funciona no Centro de SG
A Bellajoe funciona no Centro de SG |  Foto: Layla Mussi
 

"A Vanessa sempre gostou de café e resolveu abrir um empreendimento para lidar com bebidas do tipo. Aqui usamos a nossa máquina para fazer o café. Nosso carro chefe é o Capuccino com borda de Nutella ou de Doce de Leite. Eu que adoro café me sinto em tentação o dia inteiro aqui dentro. Vendemos também doces e salgados para acompanhar o café", afirmou Joyce Messias, de 19 anos, que trabalha como caixa no local. A unidade da Bellajoe se localiza na Rua Salvatori, número 61, também no Centro de SG.

Joyce trabalha no local há mais de um ano
Joyce trabalha no local há mais de um ano |  Foto: Layla Mussi
 

Quem marca uma presença constante no local todos os dias é o propagandista Fernando Saraiva, de 44 anos. "Eu sabia que hoje era o Dia do Café, de tanto que eu aprecio o café. Eu bebo mais o café expresso, mas gosto dela coado também. Eu bebo café todos os dias, de segunda à sexta, de manhã ou à tarde", contou ele. 

Fernando é viciado em café e até conversa sobre negócios no local (foto junto com Viviane Machado)
Fernando é viciado em café e até conversa sobre negócios no local (foto junto com Viviane Machado) |  Foto: Layla Mussi
  

Evanildo Barreto, de 53 anos, presidente da Associação Comercial e Empresarial de São Gonçalo, falou com O SÃO GONÇALO sobre os espaços citados e afirmou que esses empreendimentos geram emprego e renda para o município, além de mudar a forma de consumir produtos como o café.

"Há quatro ou cinco anos, eu estava como secretário de desenvolvimento econômico e já presidente da Associação Comercial e Empresarial de São Gonçalo e estive reunido com donos de padarias e a gente falava a respeito da cultura de comer fora de casa. Em São Gonçalo, as pessoas tem a tendência de sair à noite para comer por costume e não necessariamente por lazer como em Niterói e no Rio. Com isso, falamos da panificação das padarias uma vez que o Mc Donald's, por exemplo, estava investindo em café da manhã. Passamos a observar as padarias de Niterói e vimos que algumas delas são locais onde as pessoas tem costume de tomar café em mesas no espaço antes de ir trabalhar e em São Gonçalo isso ainda ocorria de forma tímida na época. E há três anos começamos a perceber que passaram a surgir empreendimentos como o Justo Café, no Alcântara, arrastando essa nova forma de se tomar café fora de casa, não mais no balcão da padaria, mas de forma mais elaborada. É um efeito que enxergamos de forma muito positiva. Esses espaços além de qualificar o comer fora de casa pela manhã, também geram emprego e renda no município", afirmou ele que é formado em administração de empresas e está realizando especialização em marketing digital. Evanildo já foi Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico em dois governos.

Matérias Relacionadas