Bicheiro pedia para seguranças fazerem sexo com sua esposa, diz comparsa

Vídeo íntimo vazado em 2019 mostra orgia entre a esposa do criminoso e seus 'funcionários'

Escrito por Redação 13/05/2022 12:59, atualizado em 13/05/2022 11:09
Rogério e Fabíola Andrade
Rogério e Fabíola Andrade . Foto: Reprodução

Em 2019, um suposto vídeo íntimo de Fabíola Andrade, musa da Mocidade Independente de Padre Miguel, transando com dois homens apontados como seguranças de seu marido, o bicheiro Rogério Andrade, vazaram nas redes.

A identidade dos envolvidos nunca havia sido confirmada, até que a denúncia da Operação Calígula, deflagrada nesta quarta-feira (11), incluiu um trecho de uma conversa que corrobora o fato e aponta o foragido da Justiça, Jeferson Carvalho, mais conhecido como Feijão, como um dos homens que aparecem nas imagens.

"Os caras querem mais o quê? Ganham dinheiro, trabalham com o p*** do Brasil, e ainda f**** a gostosa da mulher dele, a pedido do cara? Não vão largar esse emprego nunca", escreveu Carlos Eduardo de Almeida da Silva, o Kadu, integrante da quadrilha apontado como gerente operacional do bingo “Quebra-Mar”, ponto focal das denúncias que levaram à prisão de Adriana Belém e Marcos Cipriano.

Segundo investigação do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), após a polícia apreender as máquinas do estabelecimento, em 2018, o policial militar reformado Ronnie Lessa, acusado de matar a vereadora Marielle Franco e seu motorista Anderson do Carmo, teria feito um acordo com a delegada Adriana Belém para a liberação das máquinas mediante pagamento de propina. Cipriano atuou como intermediário nas negociações. À época, Lessa administrava o bingo de propriedade de Rogério Andrade.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas