Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,1927 Euro up 5,4436
Search

São Gonçalo segue com baixo risco de contaminação por Covid

Medidas sanitárias para evitar o contágio devem ser mantidas

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 08 de maio de 2022 - 18:57
Medidas sanitárias para evitar o contágio devem ser mantidas
Medidas sanitárias para evitar o contágio devem ser mantidas -

São Gonçalo continua com baixo risco de contaminação do coronavírus. Na semana epidemiológica 17/2022, correspondente ao período de 24 a 30 de abril, a cidade contabilizou oito pontos nos índices que medem o estágio de contaminação. Todos os pontos são do índice de porcentagem dos casos da covid-19 notificados. 

Na semana epidemiológica 17/2022, os indicadores apontaram 1% de ocupação de leitos de UTI adulto (0 ponto). A ocupação de leitos de enfermaria ficou em 0% (0 ponto). A variação de óbitos pelo coronavírus ficou com 0 (0 ponto). A variação de pacientes internados ficou em 0 (0 ponto). E, por último, a porcentagem dos casos da covid-19 notificados ficou em 550% (8 pontos).

Para ter a fase de risco determinada são avaliados os cinco indicadores: capacidade de leitos de UTI, capacidade de leitos de enfermaria, variação de óbitos por covid-19, variação de novos casos e variação de pacientes internados. Dependendo dos números do sistema municipal de saúde, o município vai contando pontos. Com o total, a cidade é colocada em uma fase. 

São seis fases de avaliação da contaminação: verde (fase normal controlado, de 0 a 4 pontos), amarelo 1 (fase 1, de 5 a 9 pontos, baixo risco), amarelo 2 (fase 2, de 10 a 19 pontos, médio risco), laranja (fase 3, de 20 a 29 pontos, alto risco), vermelho 1 (fase 4, de 30 a 39 pontos, muito alto risco) e vermelho 2 (fase 5, mais de 40 pontos, risco extremo).  

A Secretaria de Saúde orienta que as medidas sanitárias para evitar o contágio devem ser mantidas. Por isso, o gonçalense deve evitar aglomerações, respeitar o distanciamento de, pelo menos, um metro de outras pessoas, lavar as mãos ou higienizar com álcool em gel, além de manter o esquema vacinal em dia.

Matérias Relacionadas