Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down 5,4907
Search

Prefeitura de Itaboraí promove ações de controle contra arboviroses

A ação aconteceu no bairro Aldeia da Prata

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 03 de maio de 2022 - 18:19
O intuito de tudo é conter o mosquito do Aedes aegypti
O intuito de tudo é conter o mosquito do Aedes aegypti -

Como forma de conter os focos de larvários do mosquito Aedes aegypti no município, a Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), por meio do Departamento de Vigilância de Vetores e Zoonoses (DVVZ), realizou mais uma ação de controle contra as arboviroses, nesta terça-feira (03). Desta vez, no bairro Aldeia da Prata. 

A ação faz parte do calendário epidemiológico posterior ao Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa), finalizado no mês de abril. Esse levantamento é realizado quatro vezes ao ano, e atualmente Itaboraí encontra-se em médio risco de infestação, com o índice predial para o Aedes aegypti geral em 1,8%. O superintendente de Vigilância em Saúde, Renato Botticini, ressalta que o tolerável é de até 3%. 

"Alguns bairros do município apresentaram índices acima das demais regiões. Com isso, o Departamento de Vigilância de Vetores e Zoonoses intensificou as ações nas localidades de Aldeia da Prata, Reta Velha, Apollo II, Ampliação e Nova Cidade", explicou o superintendente.

Em Aldeia da Prata, aproximadamente 30 agentes de endemias distribuíram panfletos informativos sobre a doença e visitaram as residências, para conter possíveis focos. Além do uso de equipamentos de UBV (Ultra Baixa Volume) conhecido popularmente como 'fumacê', no auxílio das ações preventivas no combate à proliferação do mosquito Aedes Aegypti. 

Segundo o diretor do Departamento de Vigilância de Vetores e Zoonoses, Adriano de Paula, o município está bem controlado em relação a Dengue, Zika e Chikungunya. Um trabalho que vem sendo realizado pela equipe desde 2017, e que agora vem colhendo bons frutos. 

"Nosso trabalho é conscientizar a população sobre os possíveis focos, recipientes que podem ser transformados em foco do mosquito, entre outros. As visitas domiciliares estão sendo realizadas nas quadras aonde tiveram os maiores índices de infestação predial, conforme o LIRAa de abril. Essas ações são realizadas a cada término do LIRAa, sendo preconizadas pelo Ministério da Saúde", disse Adriano.

Ainda segundo Adriano de Paula, o município conta com quatro polos de combate que abrangem os oito distritos. Atualmente, os agentes de endemias do município conseguem atingir por cada ciclo, bimestralmente, cerca de 137 mil imóveis. Para denunciar focos de mosquito, basta ligar para: (21) 2635-7456. 

"Eu faço a minha parte para não contribuir com a proliferação dos mosquitos. Os meus vasos de planta, por exemplo, são todos sem os pratinhos, evitando o acúmulo de água. É sempre importante essas ações de conscientização da Prefeitura", comentou a moradora de Aldeia da Prata, Dayane Iname, de 29 anos.

Matérias Relacionadas