Artista de São Gonçalo irá expor suas obras nesta quinta-feira (28)

Trabalhos de Gabriella Marinho estarão no MAC, em Niterói

Escrito por Redação 28/04/2022 16:56, atualizado em 28/04/2022 16:56
Obras ficarão expostas até o dia 26 de junho
Obras ficarão expostas até o dia 26 de junho . Foto: Divulgação

A artista plástica e jornalista, Gabriella Marinho, moradora do bairro Jardim Catarina, considerado um dos maiores loteamentos da América Latina, em São Gonçalo, vai expor sua arte por quase dois meses na Varanda do Museu de Arte Contemporânea (MAC) no bairro Boa Viagem, em Niterói. O início da exposição está marcado para esta quinta-feira (28), com término agendado para 26 de maio.

Gabriella traz em seu processo criativo a relação da mulher negra enquanto corpo-potência estética. A artista reflete sua existência usando o barro como ponto de partida para tais experimentações. Seus trabalhos carregam cores e formas que fazem alusão a natureza e seus elementos primordiais traduzidos em linguagens como escultura, pintura, poesia, fotografia e audiovisual. Ela vem se destacado na cena carioca de Artes Visuais, se tornando um dos mais importantes nomes da cena e vai para mais uma exposição coletiva, com muita representatividade, ancestralidade e produzindo história.

Quem recebe exposição coletiva que integra arquitetura de Oscar Niemeyer à obras de artistas negros, é o MAC Niterói.

Próximo a completar 26 anos, o Museu de Arte Contemporânea de Niterói, inaugura na próxima quinta, dia 28 de abril, a exposição ‘’Hu: A Minha Alegria Atravessou o Mar’’.

É a primeira vez em duas décadas de existência que o museu compõe em sua equipe uma consultoria curatorial negra. Isso se reflete na mostra, que visa promover um diálogo direto entre pensamentos de matriz africana e a arquitetura icônica de Oscar Niemeyer, dando materialidade à presença negra na varanda do Museu.

Nove artistas estão integrados à mostra. Com importante atuação nas movimentações culturais e artísticas do país, Aretha Sadick, Carla Santana, Cici de Oxalá, Gabriella Marinho, Mapô, May Agontinme, Mulambö, Raphael Cruz e um dos precursores da cultura Sound System na Bahia, o sound artist, Pureza apresentam trabalhos que constituem uma fricção entre tempo, mar e espaço.

"Estar pela primeira vez no MAC, com curadoria de Ana Beatriz Almeida e compartilhando o espaço com artistas que são importantes pro cenário cultural nacional, que sugerem outras formas de ver e transparecer o mundo é muito significativo pra mim. Temos obras de múltiplas linguagens e acredito que essa exposição é uma abertura de portas." ressalta Gabriella Marinho.

Fazendo essa conexão cultural entre os municípios, a coletânea compõe a pesquisa curatorial de Ana Beatriz Almeida. Nascida e criada em Niterói, é mestra em História e Estética da Arte pela USP e mais nova consultora curatorial do MAC. Neste momento, a pesquisadora dedica-se às lógicas Fon, Gbe e Ewe, presentes no Benin. Para estes povos ‘’Hu’’ significa Mar.

"Proponho nesta curadoria um movimento de contemplação existencial, a partir do exercício de sobrevivência das pessoas negras que atravessaram o Atlântico e chegaram ao litoral com vida. As obras seguem uma expografia em espiral que parte de uma performance central que traz consigo a força e inconstância das marés, numa narrativa que termina no começo, os povos sobreviventes apresentam seu tratado de vida com o mar", afirma a pesquisadora.

A realização é da Prefeitura de Niterói, Secretaria Municipal das Culturas e Fundação de Arte de Niterói. A exposição faz parte do cronograma do ciclo "Modernismo(s): A Semana de 22 e Depois" e do programa Cultura é um Direito.

Serviço

Exposição "Hu: A Minha Alegria Atravessou o Mar”

Curadoria: Ana Beatriz de Almeida

Abertura: 28 de abril, quinta-feira, a partir das 17h

Período expositivo: de 28 de abril a 26 de junho de 2022

Visitação: de terça a domingo, das 10h às 18h

Local: MAC de Niterói – Varanda

Endereço: Mirante da Boa Viagem, s/nº, Boa Viagem, Niterói, RJ

Contato: Gabriella Marinho (21 980591338) | kiandagabriella@gmail.com

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas