Viradouro entra na avenida sonhando com o bicampeonato

Escola pode ganhar o Carnaval duas vezes seguidas pela primeira vez em sua história

Escrito por Ana Carolina Moraes 24/04/2022 16:52, atualizado em 23/04/2022 02:43
Escola de Niterói espera repetir resultado de 2020, quando foi a vendedora do título
Escola de Niterói espera repetir resultado de 2020, quando foi a vendedora do título . Foto: O São Gonçalo

A Viradouro se prepara para entrar na avenida nesta noite para buscar o bicampeonato. Com o samba-enredo “Não há tristeza que possa suportar tanta alegria”, que fala sobre o carnaval após a gripe espanhola de 1919, a escola fará um paralelo com o carnaval deste ano.

Nomes como Lore Improta e Erika Januza brilham na avenida pela escola de Niterói. 

O presidente da agremiação, Marcelinho Calil contou que a expectativa para o bicampeonato neste ano é grande e promete um desfile com animação e muita felicidade.

 

| Foto: O São Gonçalo
 

“Na verdade, o carnaval de 1919 não teve pausa, mas foi também o movimento pós pandêmico que se assemelha ao de hoje. Vamos falar do carnaval de 1919, mas o objetivo é incentivar o sentimento de estarmos comemorando a vida e a superação da pandemia. O carnaval de 1919 foi considerado o carnaval do século, não sei se vamos fazer o de século, porque ainda faltam anos para o século atual acabar, mas vamos celebrar a vida”, afirmou. 

Indagado sobre surpresas para o desfile de hoje, como em 2020, Marcelinho pediu para que os fãs da escola fiquem ligados e deu dicas: “Sempre vamos ter surpresas. Eu diria para vocês ficarem ligados na comissão de frente da escola”. 

O niteroiense Rodrigo Totti é um dos destaques que desfila a mais tempo pela escola. Ao O SÃO GONÇALO, ele contou que chegou a carregar equipamentos para a escola e hoje ver ela bem o faz feliz. 

“A escola é muito organizada, a gestão faz com que a gente tenha essa possibilidade de ser campeão. Já passamos por gestões complicadas, mas a atual faz com que a nossa vitória aconteça. Estamos preparadas para a avenida, há um ano ensaiando e acredito que podemos ter o bicampeonato”, afirmou. 

Rodrigo irá ser destaque do segundo carro da escola, que representa o bonde até a Praça da República. Ele será o Diabo que dá início ao Carnaval de 1919. 

“É o terceiro ano seguido da escola no grupo especial. Em 2019, voltamos ao Grupo Especial e conquistamos o segundo lugar, já em 2020 levamos o primeiro lugar. Isso mostra a garra da nossa escola e como nossa comunidade pode tudo”, afirmou ele que é morador do Fonseca. 

No carro abre-alas da agremiação, irá desfilar a carioca Denise da Silva Vieira. Essa será a primeira vez dela na Viradouro. 

“É uma preocupação para que tudo dê certo, misturada com o nervosismo e com uma vontade de chorar, mas a expectativa é grande, a escola está pronta e vai dar tudo certo, será emocionante e vamos arrasar!”, disse.

 

| Foto: O São Gonçalo
 

Ela já desfilou em outras escolas, como a Unidos de Vila Isabel, a Imperatriz Leopoldinense, a Império Serrano e outras, mas tinha o sonho de estar na Viradouro. “Fui eu quem procurei a escola e consegui a vaga para desfilar. Eu adoro a Viradouro”, afirmou. 

A Viradouro será a penúltima escola a desfilar nesta sexta-feira (22). Após ela, a Sapucaí dará lugar para a Beija-Flor. No próximo sábado (23), os desfiles das escolas de samba do Grupo Especial irão continuar com mais seis delas.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas