Morre menina atropelada por carro alegórico no Rio

Raquel Antunes da Silva, de 11 anos, foi imprensada em um poste após subir na alegoria

Escrito por Redação 22/04/2022 14:54, atualizado em 22/04/2022 14:55
Raquel Antunes da Silva, de 11 anos
Raquel Antunes da Silva, de 11 anos . Foto: Reprodução

Raquel Antunes da SIlva, de 11 anos, morreu na tarde desta sexta-feira (22). A menina foi imprensada entre um carro alegórico da Escola de Samba Em Cima da Hora e um poste, na noite da última quarta-feira (20).

Raquel estava internada no Hospital Municipal Souza Aguiar (HMSA), no Centro do Rio, em estado gravíssimo. Ela passou por diversas cirurgias e chegou a ter a perna direita amputada, nesta quinta-feira (21). De acordo com funcionários da unidade, a menina também teve um traumatismo interno e uma hemorragia interna e respirava por aparelhos.

Raquel precisou ser submetida a um complexo procedimento cirúrgico que durou mais de seis horas, durante o qual ela teria sofrido uma parada cardiorrespiratória. Sua mãe, Marcela Portelinha, foi informada do óbito pela tia da criança, que acompanhava a cirurgia. Chegando no Hospital, ela desmaiou. A pastora da família, também se emocionou ao chegar na unidade: "Perdi essa guerra".

O prefeito Eduardo Paes lamentou a morte da menina e prestou sua solidariedade à família.

“A morte da pequena Raquel nos deixa um grande sentimento de tristeza. Vamos acompanhar de perto a investigação policial que apura as responsabilidades e estamos, através de nossa secretaria de Assistência, dando apoio aos familiares. Minha solidariedade neste momento de dor"., disse o mandatário.

Após o acidente, o juiz Sandro Pitthan Espíndola, da 1ª Vara da Infância, da Juventude e do Idoso, acatou decisão do Ministério Público, determinando que as escolas de samba escoltem seus carros alegóricos até os barracões.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas