Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 5,2141 | Euro R$ 5,5468
Search

Lins Imperial abre o segundo dia de desfiles da Série Ouro na Sapucaí

Escola da Zona Norte entrou na avenida pouco depois das 21h

relogio min de leitura | Escrito por Ana Carolina Moraes | 21 de abril de 2022 - 22:35
A Lins Imperial foi a primeira escola a desfilar nesta segunda noite
A Lins Imperial foi a primeira escola a desfilar nesta segunda noite -

E foi dada a largada para o segundo dia dos desfiles da Série Ouro na Marquês de Sapucaí! As apresentações irão acontecer nesta noite de quinta-feira (21), se estendendo até o final da madrugada (22). A primeira escola a desfilar é a Lins Imperial, com o samba "Mussum pra sempris – traga o mé que hoje com a Lins vai ter muito samba no pé!”, homenageando o humorista Mussum, que nasceu no Morro da Cachoeirinha, no bairro do Lins de Vasconcelos, na Zona Norte do Rio. Como o próprio samba diz Mussum é 'um trapalhão que inspira tanta gente". 

Com 26 alas, 3 carros alegóricos e mais um tripé, a escola entrou na avenida de verde e rosa, em homenagem à Mangueira, escola de Mussum. O presidente Flávio Mello e o presidente de honra João Banana (em memória) são os responsáveis por tocar a escola que vai falar sobre o artista Antônio Carlos Bernardes Gomes, o Mussum, que também era músico, cantor, compositor e outros. 

Uma das alas representa a mãe do Mussum, outra conta a história dele como criança, depois como artista e passando pelos Trapalhões, um dos grandes sucessos do humorista homenageado. Mussum morreu em 29 de julho de 1994, aos 53 anos. O samba também fala de negritude, já que Mussum era um artista negro que venceu diversos tipos de preconceito ao se tornar o grande ator que se tornou. 

Uma das alegorias que mais chama a atenção é a do Morro da Cachoeirinha, falando de onde o artista nasceu. 'Tragédia no Fundo do Mar' e 'Dos LP's dos Originais dos Sambas', 'Samba No Morro de Mangueira', 'Os Amigos Trapalhões' são algumas das alas apresentadas pela escola. A escola traz os intérprete do samba Rafael Tinguinha e Lucas Donato, juntamente com o Mestre Átila no comando da Bateria, além da Rainha de Bateria Danny Fox, da Madrinha de Bateria Bianca Ramos e do Rei de Bateria Johnathan Avelino. O ator Hélio de la Peña também desfilou pela escola homenageando o artista.

Apesar do destaque nas cores, nas fantasias e nos diversos tecidos que se destacavam na avenida, a Lins teve algumas dificuldades em colocar o último carro alegórico na avenida, o que pode prejudicar a escola na pontuação.

Na última quarta-feira (20) desfilaram as primeiras sete escolas da Série Ouro: a 'Em Cima da Hora', a 'Acadêmicos do Cubango', a 'Unidos da Ponte', a 'Unidos do Porto da Pedra', a 'União da Ilha do Governador', a 'Unidos de Bangu' e a 'Acadêmicos do Sossego'. Juntamente com as escolas de ontem, as de hoje estão competindo para conseguir uma vaga no Grupo Especial no próximo ano.

Matérias Relacionadas