Porto da Pedra sonha com título e retorno ao Grupo Especial

Prefeito de São Gonçalo está na Sapucaí para apoiar Escola de Samba da cidade

Escrito por Ana Carolina Moraes 21/04/2022 01:42, atualizado em 21/04/2022 01:42
. Foto: O São Gonçalo

Com o enredo “O Caçador que traz Alegrias”, homenageando a yalorixá Mãe Stella de Oxóssi, a Porto da Pedra entra na avenida com a expectativa de ser a campeã da Série Ouro do Carnaval 2022. Com Tati Minerato como Rainha de Bateria, a escola sonha em retornar ao Grupo Especial do Rio de Janeiro.

Pelo menos é isso o que acredita o presidente Godzilla, que esteve na Sapucaí preparando todas as alas da escola. “Queremos ser campeões, levar o título pra São Gonçalo, a nossa comunidade precisa disso. Durante a pandemia ficamos parados, mas retornamos com tudo. Queremos homenagear a mãe Stella e parte da família dela está aqui. Estamos aqui agradecendo também a prefeitura que nos apoiou”, afirmou ele. 

Dentre as 20 alas da escola deste ano, estão: a ala Guerreiros, a Amigos do Tigre, entre outras. A escola vai apresentar três carros alegóricos e um tripé. 

O diretor de carnaval Aluizio Mendonça, que está no cargo desde 2011, celebrou o retorno da escola para a Sapucaí após a pandemia. 

“Para gente está sendo um renascimento e com muita esperança de homenagear a mãe Stella com um samba magnífico que tem sido considerado o melhor da Série Ouro. Temos a esperança de voltar para o Grupo Especial”, afirmou ele. 

O prefeito de São Gonçalo, Capitão Nelson, está presente na Sapucaí e mostrou seu total suporte ao Tigre gonçalense.

“Depois de 2 anos de pandemia, foi bonito ver que todo mundo trabalhou, principalmente o presidente Fábio Montibelo. A intenção é a gente ganhar o campeonato. São Gonçalo merece ter esse título, somos o segundo maior município do Rio e a gente precisa de uma escola no grupo especial”, afirmou ele que chegou a participar de dois ensaios da escola, acompanhando de perto tudo o que vem sendo desenvolvido.

Uma das musas da escola, Anny Alves, que está no seu terceiro ano desfilando pela escola contou que cada desfile parece como a primeira vez. “Olha, pra mim, desfilar na Porto da Pedra é algo grandioso. Todo ano eu fico emocionada e esse ano não foi diferente, voltamos com mais garra e vamos buscar o título para o tigre de São Gonçalo”, afirmou ela que é baiana, mas atualmente mora na Croácia.

 

| Foto: O São Gonçalo
 

Uma das alas da Porto da Pedra é formada por argentinas (e uma estadunidense). A ala internacional e todas as componentes são dançarinas da professora argentina Gabriela Ceballos, que se sentiu incluída pelo Tigre ao receber o convite para o desfile. 

“A gente veio se preparando há muito tempo, muitos meses e viemos com tudo para esse Carnaval. Nossos primeiros ensaios na escola foram em fevereiro e foi tão lindo o recebimento da galera, foi tão lindo que eu acho que podemos tudo e o Tigre vai ganhar”, afirmou ela, que completou: “o samba me salvou de maneiras que eu não conseguiria, na pandemia foi o meu refúgio e o de muitas outras pessoas que estão aqui e começaram a sonhar essa realidade que hoje estamos vivendo. O samba para nós é viver, é vida, é cura”. 

A Porto da Pedra é a quarta escola a desfilar na Sapucaí nesta quarta-feira (20).

 

| Foto: O São Gonçalo
 

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas