Pronto Socorro Central aprimora classificação de risco

Unidade irá ampliar setor e aplicar protocolo para agilizar atendimento

Escrito por Redação 18/04/2022 21:49, atualizado em 18/04/2022 21:49
O principal objetivo é criar um protocolo moderno, ágil, preciso e atualizado para orientar a equipe multidisciplinar
O principal objetivo é criar um protocolo moderno, ágil, preciso e atualizado para orientar a equipe multidisciplinar . Foto: Alex Alves/Prefeitura de São Gonçalo

O Pronto Socorro Central de São Gonçalo, no Zé Garoto, irá receber obras de adequação nos próximos dias. Com a intervenção, a unidade, que atende a cerca de 700 pacientes por dia, também vai ganhar um consultório de dor torácica junto à classificação de risco. O principal objetivo é criar um protocolo moderno, ágil, preciso e atualizado para orientar a equipe multidisciplinar.   

Pelo projeto, a nova recepção do pronto socorro contará com três salas de classificação de risco e o consultório especializado. Em uma emergência, a dor torácica é uma das maiores queixas por ter inúmeras causas, já que a região do tórax envolve grande número de sistemas, entre eles cardíaco, vascular e pulmonar.

“O paciente com classificação vermelha sempre deve ter um atendimento diferenciado. Nossa intenção, criando este consultório na porta de entrada, é garantir a execução do eletrocardiograma, atendimento médico e início do tratamento o mais rápido possível”, detalha Allan Lobo, diretor do hospital.

As obras de adequação também irão promover nova iluminação, acentos, pintura e mais agilidade no sistema de acolhimento. O fluxo de atendimento será mudado para garantir maior rapidez no tempo de espera e atendimento. A fachada do pronto socorro também receberá melhorias.

Equipamentos – Depois de receber uma nova mesa cirúrgica, instalada na última semana na sala do centro cirúrgico, o pronto socorro passou a contar com um novo aparelho de hemodiálise, responsável pelo tratamento de terapia renal substitutiva, exercendo as funções dos rins.

O aparelho permite retirar as impurezas do sangue e o excesso de líquido em pacientes com problemas renais. Além de ser equipamento com alta tecnologia e segurança, ele é necessário para a continuidade do tratamento e essenciais à vida dos pacientes internados na unidade.

Novo hospital – A Prefeitura pretende iniciar, em breve, as obras do novo pronto socorro, na área onde hoje funciona a garagem municipal, na Rua Sá Carvalho, região central da cidade. Por determinação do prefeito Capitão Nelson, a nova unidade terá capacidade para 200 leitos e irá atender à alta demanda atual da cidade, já que o prédio onde hoje funciona o PSC foi construído há mais de 70 anos e não tem mais condições de atender à população gonçalense.

/O principal objetivo é criar um protocolo moderno, ágil, preciso e atualizado para orientar a equipe multidisciplinar
O principal objetivo é criar um protocolo moderno, ágil, preciso e atualizado para orientar a equipe multidisciplinar. Foto por Alex Alves/Prefeitura de São Gonçalo
. Foto por Alex Alves/Prefeitura de São Gonçalo
. Foto por Alex Alves/Prefeitura de São Gonçalo
. Foto por Alex Alves/Prefeitura de São Gonçalo

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas