Moradores de SG e Maricá denunciam postes caindo em ruas que passam

Situações duram há meses

Escrito por Ana Carolina Moraes 14/04/2022 16:46, atualizado em 14/04/2022 16:46
O poste que vem entortando em Santa Izabel preocupa diversos moradores
O poste que vem entortando em Santa Izabel preocupa diversos moradores . Foto: Arquivo pessoal

Moradores de São Gonçalo e Maricá têm vivido dias angustiantes ao perceberem que os postes de ruas que transitam estão tortos e caindo cada dia mais. A situação pode causar uma tragédia, já que os postes podem derrubar fios de alta tensão de energia e podem cair por cima de um carro ou de uma pessoa. Em São Gonçalo, a situação já perdura há mais de um ano e nada foi feito pela Enel.

Em São Gonçalo, o caso ocorre na Rua Eugênio Ralman, em Santa Izabel. "Eu estou há mais um de ano nessa situação, tentando resolver com a Enel e eles falam que vão mandar equipe, mas até hoje nada. O poste que está torto fica na frente da casa da minha mãe de 86 anos, se cair vai prejudicar ela e os outros moradores, será uma tragédia. Além de levar a fiação junto, o que é perigoso. Imagina se o poste cai em uma criança ou em um carro. Eu peço é socorro para evitar isso", contou o motorista Celco Francisco Silva, de 58 anos.

Em Maricá, a situação se repete na Avenida Carlos Marighella, que liga Itaipuaçu e Inoã. "Um poste está caindo na frente do número 28, que é uma casa de festas no local. Sempre tem muita gente naquele endereço por causa das festas e tem muito tráfego de carros também por ser uma rua principal. Eu mesmo vivo passando por esse local para ir trabalhar e venho observando que o poste vem caindo cada vez mais há uns seis meses. Tenho medo que ele desabe em um carro ou em alguém. Eu venho tentando contato com a Enel, mas eles não me responderam pelo Whatsapp e nada foi feito até então", afirmou o contador Diogo Reis Carvalho, de 36 anos.

 

Em Maricá, o caso ocorreu há seis meses
Em Maricá, o caso ocorreu há seis meses | Foto: Arquivo pessoal
 

Procurada sobre o caso de São Gonçalo, a Enel Distribuição Rio esclarece que enviará uma equipe técnica ao local nas próximas horas. A companhia ressalta que, por se tratar de área de risco, a realização da vistoria do equipamento dependerá do acesso à região ser liberado.

Sobre o caso de Maricá, a Enel Distribuição Rio esclarece que uma equipe técnica da companhia já vistoriou o poste, que não apresenta risco de queda. A substituição do equipamento está programada para ser realizada até dia 30 deste mês.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas