Sistema Imunana-Laranjal vai passar por modernização

Cedae lança pacotes de obras

Escrito por Redação 11/04/2022 09:18, atualizado em 11/04/2022 09:37
Com investimento de R$140 milhões, obras começam em abril
Com investimento de R$140 milhões, obras começam em abril . Foto: Divulgação/Leonardo Ripamonti

Localizada no município de São Gonçalo e responsável pelo abastecimento de dois milhões de pessoas, o Sistema Imunana-Laranjal vai passar por modernização. Com investimento de R$140 milhões, as obras vão potencializar a eficiência do processo de tratamento.

O primeiro aporte, na ordem de R$14,3 milhões, será direcionado à substituição dos módulos colmeias dos decantadores das estações um e três, parte do complexo de tratamento do Laranjal. As peças são responsáveis pelo aumento da taxa de decantação, melhorando a eficiência do processo de tratamento. A previsão é que a intervenção comece em abril e seja concluída em 10 meses.

As demais ações, que serão feitas até 2025, incluem modernização dos filtros e floculadores, substituição de bombas de água bruta, novos equipamentos, reforma das instalações, além da reformulação do sistema de monitoramento e controle do processo de tratamento.  

Sobre o Sistema Imunana-Laranjal

Construído na década de 40, o Canal de Imunana capta e leva a água dos rios Guapiaçu e Macacu até a elevatória de água bruta através de um canal no município de Guapimirim. A água é então bombeada até o complexo de tratamento de água potável Laranjal, constituído de três estações interligadas – construídas em 1954, 1982 e 1998, respectivamente - com vazão total de 7 mil metros cúbicos por segundo. Após o tratamento, a água é bombeada pela elevatória de água tratada para um reservatório com capacidade de armazenamento de 5 mil metros cúbicos e distribuída para Niterói, São Gonçalo, Ilha de Paquetá, no Rio, e os distritos de Inoã e Itaipuaçu, em Maricá.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas