São Gonçalo zera ocupação de leitos com pacientes de Covid-19

Em relação aos óbitos, o último confirmado é do dia 9 de março

Escrito por Redação 01/04/2022 08:09, atualizado em 01/04/2022 09:31
Durante a última semana, a cidade registrou 1,2% de positividade nos testes da doença
Durante a última semana, a cidade registrou 1,2% de positividade nos testes da doença . Foto: Divulgação/Renan Otto/Prefeitura de São Gonçalo

Pela primeira vez, desde o início da pandemia do coronavírus, em março de 2020, São Gonçalo não tem nenhum paciente internado com a doença nos hospitais da rede pública da cidade. Todos os leitos de enfermaria e das unidades de tratamento intensivo (UTI) dos hospitais Retaguarda Gonçalense, Franciscano, Pronto Socorro Central e Pronto Socorro Infantil estão vazios. 

Durante a última semana, a cidade registrou 1,2% de positividade nos testes da doença entre os dias 20 e 26 de março. Dos 856 testes realizados, apenas 11 deram positivo. Nesta semana, até esta quarta-feira (30), foram realizados 535 testes e apenas seis positivaram, 1,1%. Na quarta-feira (30), dos 123 exames realizados, todos deram negativo. Em relação aos óbitos, o último confirmado é do dia 9 de março.

“Esses números mostram como a vacinação é importante. Chamamos a população para concluir o seu esquema vacinal. E não podemos esquecer de, mesmo com a liberação das máscaras, mantermos os cuidados de lavar sempre as mãos, não aglomerar e evitar de falar muito próximo do outro. Vamos continuar nos cuidando”, disse o secretário municipal de Saúde e Defesa Civil de São Gonçalo, Gleison Rocha. 

Com os leitos vazios, a cidade consegue avançar com os tratamentos de outras doenças e realizar mais cirurgias eletivas, que estavam paralisadas desde o início da pandemia. Apenas as pequenas operações, que não necessitavam de internação de mais de 24h, estavam sendo feitas. 

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas