Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,1400 Euro up 5,3109
Search

Avó de bebê chamado Lúcifer entra na Justiça para alterar o nome da criança

Mãe da criança foi assassinada

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 02 de fevereiro de 2022 - 14:36
O caso ocorreu em Nova Olinda, no Ceará
O caso ocorreu em Nova Olinda, no Ceará -

A Justiça do Ceará segue julgando uma ação que recebeu, ainda em 2021, de uma senhora que solicitava a alteração do nome de seu neto. A criança de 10 meses tem o nome de Lúcifer, que é popularmente associado ao nome do anjo caído do céu, que queria ser melhor do que Deus e acabou comandando o inferno. O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) confirmou o caso, que continua correndo em segredo de Justiça até hoje.

O menor nasceu no início do ano passado e passou a morar com a avó materna logo aos dois meses de vida depois que seu pai assassinou sua mãe com o auxílio de um machado. O caso ficou famoso no Ceará por ter sido um crime chocante. Depois que o Conselho Tutelar soube do caso, o bebê e seus dois irmãos foram encaminhados para a avó, que possui a guarda deles. O avó paterno da criança também foi morto pelo pai deles. O acusado se suicidou um tempo depois.

A idosa não se sente confortável com o atual nome do nome. 'Lúcifer' significa 'portador da luz' e, apesar de ser um nome bíblico, é polêmico por se tratar do 'Senhor do Inferno'. 

Segundo o G1, foram registrados três crianças com o nome Lúcifer desde o ano de 2016. Os dados são da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil).

Matérias Relacionadas