Vacinação infantil Covid: Maricá deve começar a imunizar crianças entre 5 e 11 anos ainda hoje (14)

Doses têm previsão de chegada ao estado do Rio nesta sexta

Escrito por Redação 14/01/2022 11:54, atualizado em 14/01/2022 11:53
Vacina contra a COVID-19
Vacina contra a COVID-19 . Foto: Divulgação/ Agência Brasil

As 93,5 mil doses de vacinas da Pfizer, destinadas a crianças entre 5 e 11 anos, têm chegada prevista no Rio de Janeiro nesta manhã de sexta-feira (14). Os imunizantes serão encaminhados à Coordenação Geral de Abastecimento da Secretaria Estadual de Saúde, em Niterói, e distribuídos a todos os municípios do estado. Em Maricá, a aplicação das novas doses deve começar ainda hoje.

A expectativa era de que o carregamento chegasse na madrugada desta sexta-feira. Contudo, os imunizantes que chegariam por transporte aéreo precisaram ser trazidos por vias terrestres, o que postergou sua chegada para esta manhã. Mais de 1,5 milhão de crianças devem receber as doses infantis da vacina contra COVID-19 no estado, 560 das quais só na capital.

Maricá, Niterói, Rio de Janeiro e São Gonçalo devem buscar suas respectivas doses no centro de distribuição nesta sexta. Na primeira, a vacinação em crianças de aldeias indígenas no município deve começar ainda hoje.

“A Secretaria Municipal de Saúde de Maricá vai buscar as doses logo assim que chegarem, conforme o horário previsto pela Secretaria de Estado de Saúde (SES). O local é a Coordenação Geral de Armazenagem da SES, no Barreto, em Niterói, como ocorre normalmente, e, em seguida, iniciará a vacinação de cerca de 20 crianças indígenas em duas aldeias.”, informou a assessoria de comunicação do município.

O cronograma da vacinação infantil em Maricá deve seguir imunizando as crianças desta faixa etária com comorbidades ou deficiência permanente na sede do Serviço de Atendimento de Reabilitação Especial de Maricá (SAREM), na Rua Vereador Luiz Antonio da Cunha, n° 200, neste sábado (15), das 9h às 13h.

As datas para a vacinação de crianças dos demais grupos na cidade ainda não foram divulgadas. Contudo, mediante a disponibilidade da vacina, a municipalidade segue o cronograma recomendado pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas