Jornalista realiza festa para órfãos de policiais para comemorar Dia das Crianças

Projeto é voltado para crianças que perderam os pais que eram profissionais da Segurança Pública

Escrito por Redação 21/10/2021 16:42, atualizado em 21/10/2021 17:43
Evento é organizado pela jornalista Roberta Trindade (à direita)
Evento é organizado pela jornalista Roberta Trindade (à direita) . Foto: Divulgação

“Tira a sua farda e volta para a sua família! Essa sociedade não merece o seu sangue!” Aos gritos, essas foram as palavras da funcionária pública Michele Lima, 36 anos, ao policial militar que estava de plantão no hospital para onde seu marido, também PM, havia sido levado após ser baleado durante um assalto, em março de 2017. Ela estava grávida de oito semanas.

Lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Vidigal, o soldado Samuel Oliveira da Silva, então com 33 anos, tinha saído de serviço e seguia de moto para casa quando, na Linha Vermelha, na altura de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, foi abordado por criminosos que anunciaram um assalto. O PM, que estava há um ano e meio na corporação, estava com a arma acautelada da corporação e com a farda na mochila quando foi baleado.

Hoje com 3 anos, Samuel Filho é um dos órfãos de policiais que vai participar da festa de Dia das Crianças organizada pela jornalista Roberta Trindade - que desde 2009 acompanha e divulga os casos de policiais mortos e baleados no Rio de Janeiro e há seis anos organiza eventos em datas especiais para essas crianças que perderam seus pais por causa da escolha em servir e proteger.

Atualmente, o Estado do Rio possui cerca de 5 mil órfãos de agentes de Segurança Pública, com idades entre 0 e 17 anos. Se contarmos os maiores de idade, esse número dobra. São crianças que conviviam com a incerteza de verem seus pais voltando para casa depois de um dia de trabalho e hoje vivem essa triste realidade. Muitas sequer conheceram os pais pois as mães ainda estavam grávidas.

A festa de Dia das Crianças do #basta será realizada com apoio de dezenas de voluntários que compram presentes para as crianças e doam itens para a festa. Em parceria com a Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE), o evento ocorre nesta sexta-feira, dia 22 de outubro, na base do Serviço Aeropolicial (SAER), na Lagoa, na Zona Sul do Rio. O local é amplo e arejado.

Apesar dos adultos participantes já estarem com as duas doses da vacina contra Covid-19, todos os protocolos de segurança serão mantidos, como uso de máscaras, disponibilização de álcool em gel e distanciamento.

Os interessados em conhecer os eventos pode acompanhar as redes sociais do projeto no FacebookInstagram.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas