Niterói declara bacalhau novo patrimômio cultural e imaterial da cidade

Iniciativa foi do vereador Fabiano Gonçalves

Escrito por Redação 14/10/2021 16:08, atualizado em 14/10/2021 16:27
Bacalhau é prato tradicional em vários restaurantes de Niterói
Bacalhau é prato tradicional em vários restaurantes de Niterói . Foto: Divulgação

Introduzido na mesa dos brasileiros pelos portugueses, o bacalhau se tornou um dos pratos que não podem faltar em diversas celebrações, como a Páscoa. Em Niterói, a relação com a iguaria já é uma tradição em diversos restaurantes. Por conta disso, a cidade declarou o bacalhau como patrimônio cultural e imaterial, em decisão publicada no Diário Oficial nesta quinta-feira (14). 

A proposta é do vereador Fabiano Gonçalves (Cidadania). O parlamentar afirma que o bacalhau é um dos insumos utilizados para os petiscos e pratos mais charmosos do município. "O produto é adotado como referência para diversos empreendimentos gastronômicos em Niterói, "além de representar muito bem a gastronomia portuguesa e sua enorme comunidade enraizada na cidade desde sua fundação", afirma Fabiano.

De acordo com o projeto do vereador Fabiano Gonçalves, a Semana do Bacalhau será celebrada de 15 a 22 de novembro de cada ano, coincindindo com o período de comemoração do aniversário de Niterói. "Além da questão cultural, podemos adentrar na questão econômica e turística, pois atrairá milhares de pessoas para conhecer os pratos e restaurantes mais famosos de Niterói", declara o vereador.

A lei também prevê que a prefeitura ainda poderá promover concursos para a escolha do “prato da cidade”, bem como realizar feiras gastronômicas para exacltar o prato. 

Sobre o bacalhau

Pouca gente sabe, mas, na verdade, o 'bacalhau' não é um peixe, e sim um processo no qual peixes específicos são submetidos a um processo de salga e secura. Apesar disso, somente podem ser chamadas de bacalhau as espécies Gadus morhua, Gadus macrocephalus e Gadus ogac.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas