Escadaria no Mutuá abre buracos e preocupa moradores

O caso foi descoberto pelos moradores do local há duas semanas

Escrito por Ana Carolina Moraes 17/09/2021 07:44, atualizado em 17/09/2021 08:40
O local foi interditado, mas a Defesa Civil nunca mais retornou
O local foi interditado, mas a Defesa Civil nunca mais retornou . Foto: Arquivo pessoal

Os gonçalenses que moram próximos da escadaria que liga a Rua Belarmino Ferreira, no Mutuá, com a Rua Iguaçu estão preocupados, pois há cerca de duas semanas buracos estão surgindo no local. Segundo informações dos moradores,o local está oco e não há mais aterro e estrutura para segurar as casas no concreto, o que é um perigo para a população, já que podem haver desabamentos no local. 

Ricardo Costa de Assis Republicano mora no local há 20 anos junto com sua família. O mecânico de 44 anos contou que acredita que esse processo debaixo do solo deve estar ocorrendo há anos, mas só foi percebido por ele e seus parentes há duas semanas.

"Minha sobrinha foi limpar os matinhos que tinha ali e um buraco se abriu quando ela pisou no local no canto da escadaria. A partir daí que vimos que dentro do buraco que ele é fundo e que não há estrutura ou aterro de concreto no chão que segurasse a nossa casa. O local está flutuando em cerca de 50 metros. Vimos pelo buraco que está oco por dentro, sem nada. Ligamos para a Defesa Civil e explicamos o caso, dizendo que acreditamos que as manilhas da prefeitura que ficam no local estouraram por baixo da escada, por causa de água e chuvas, e isso causou os buracos e a falta de aterramento do local", contou ele que teve sua casa interditada por ter parte de um buraco que começou na escadaria dentro de seu terreno.

O buraco mostra que há uma grande profundidade entre o solo onde ficam as casas e o fundo
O buraco mostra que há uma grande profundidade entre o solo onde ficam as casas e o fundo | Foto: Arquivo pessoal
 

Eles ligaram na Defesa Civil, que foi no local no mesmo momento e interditou a casa de Ricardo. "Eles vieram aqui no dia três de setembro e falaram que iriam voltar para verificar o resto, mas nunca voltaram. Colocaram uma fitinha aqui dizendo que está interditado, mas o risco continua aqui. Colocamos madeiras no buraco que se abriu, mas, mesmo assim, crianças passam e temos medo de alguém cair ou acontecer algo", contou ele. 

Buracos preocupam quem passa pelo local
Buracos preocupam quem passa pelo local | Foto: Arquivo pessoal
 

Indagada sobre o caso, a Prefeitura Municipal de São Gonçalo informou que a Secretaria de Desenvolvimento Urbano enviará uma equipe para vistoriar o local. 

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas