Niterói apresenta novo plano de flexibilização que terá início já em outubro

Plano prevê suspensão do uso de máscaras em locais abertos a partir de janeiro

Escrito por Redação 15/09/2021 13:43, atualizado em 15/09/2021 14:27
Plano terá 3 fases
Plano terá 3 fases . Foto: Divulgação/Agência Brasil

Com a vacinação avançada no município, a Prefeitura de Niterói anunciou o novo programa de flexibilização das medidas de restrição da cidade. O plano vai começar já no próximo mês e a cidade espera já suspender o uso de máscaras em locais abertos até janeiro de 2022. O plano, chamado de "Programa Novo Normal Niterói" será dividido em três fases.

A primeira fase, que terá início em outubro, prevê reabertura das praias, com uso facultativo de máscara na areia. Também será permitida a realização de eventos em locais abertos para pessoas vacinadas. Ainda de acordo com a prefeitura, 70% da população acima de 12 anos deve estar totalmente vacinada . O horário de funcionamento de bares e restaurantes será estendido até às 2h. Casas de festa e boates poderão funcionar com a capacidade limitada.

A segunda fase terá início em novembro, quando 100% da população niteroiense acima dos 18 anos deve estar vacinada. Na nova etapa está prevista a suspensão do uso de máscara para atividade física ao ar livre, mantendo distanciamento de um metro; permissão para o funcionamento de casas noturnas, pubs e boates, com até 80% da capacidade de público, mediante apresentação de um comprovante que mostre que está completamente vacinado; permissão para eventos de grande porte com até 80% da capacidade, mediante comprovante do esquema vacinal completo. 

A terceira fase está prevista para janeiro de 2022, quando a cobertura vacinal completa atingir 100% da dose de reforço entre idosos e pessoas imunocomprometidas, e 100% da população acima de 12 anos de toda a Região Metropolitana. Nessa terceira e última fase está prevista a  suspensão do uso de máscara exclusivamente em locais abertos, exceto para pessoas pertencentes aos grupos de risco para a Covid-19 (imunossuprimidos, gestantes e idosos); permissão para boates, casas noturnas e pubs funcionarem com 100% da capacidade, mediante comprovante de vacinação e eventos de grande porte com 100% de público também mediante apresentação de comprovante de vacinação.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas