Indicado de Bolsonaro ao STF declara submissão a Assembleia de Deus

A afirmação foi feita durante convenção nacional da Assembleia de Deus

Escrito por Redação 14/09/2021 12:38, atualizado em 14/09/2021 13:22
. Foto: Divulgação

Indicado pelo presidente da república Jair Bolsonaro ao posto de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-Advogado Geral da União (AGU), André Mendonça, declarou sua submissão aos líderes da Assembléia de Deus, durante convenção nacional da agremiação que teve lugar em Brasília no último domingo (12). As informações são do GLOBO.

Apesar de afirmar ao Senado que não seria um “ministro evangélico”, o candidato descrito pelo próprio chefe do executivo como “terrivelmente evangélico”, afirmou durante o encontro que os bispos da instituição detém autoridade sobre ele e suas ações.

“Os senhores são bispos da Assembleia de Deus, mas, para além disso, Deus os constituiu bispos sobre a minha vida. (...) Vocês têm autoridade espiritual sobre a minha vida. (…) Vocês é quem são autoridades sobre mim. Eu sou um discípulo.”, declarou Mendonça aos líderes da agremiação.

Sobre o ato, o ex-AGU afirmou ainda que se tratava de “um reconhecimento de submissão”.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas