‘Limpa São Gonçalo’ chega no Alcântara

O local vem sendo alvo de obras de revitalização

Escrito por Redação 14/09/2021 07:29, atualizado em 14/09/2021 07:59
A campanha foi dividida em duas etapas
A campanha foi dividida em duas etapas . Foto: Divulgação

O centro de Alcântara, um dos principais polos comerciais de São Gonçalo, começou a receber ações da campanha "Limpa São Gonçalo", na manhã desta segunda-feira (13). O local, que já vem sendo alvo de obras de revitalização desde o início do governo do prefeito Capitão Nelson, recebeu equipes da Secretaria de Meio Ambiente e Subsecretaria de Fiscalização e Posturas, que realizaram o trabalho de orientação e conscientização nos estabelecimentos sobre o descarte correto do lixo. 

“A princípio nosso objetivo é conscientizar todos os comerciantes para que coloquem seu lixo na rua no horário adequado. O Alcântara é um bairro extremamente complexo e populoso, por isso estamos realizando um trabalho com muita informação, principalmente para que todos os comerciantes entrem nessa campanha engajados e nos ajudem a manter uma cidade limpa e organizada”, declarou o subsecretário de Fiscalização de Posturas, Ranhal Juliano. 

“É de extrema importância a realização dessa operação da campanha em Alcântara, visto a quantidade de lixo que é produzida na localidade por conta do elevado número de estabelecimentos comerciais. Sabemos o quanto é ruim transitar em um lugar onde não se tem controle do lixo. Costumo dizer que devemos tratar a rua como se fosse nossa casa, e todos queremos uma casa limpa. Esperamos que a população entenda o intuito da campanha e se conscientize”, disse o subsecretário de Limpeza Urbana, Paulo Vallado. 

Inicialmente, a ação irá percorrer, ao longo dos dias, estabelecimentos comerciais das ruas Yolanda Saad Abuzaid, João de Almeida, Palmira Ninho e João Caetano. Agentes visitaram os estabelecimentos comerciais e distribuíram materiais informativos com os horários e dias da coleta de lixo na região. Além disso, motoristas que passavam pelas principais vias do bairro também receberam panfletos educativos.

“Por muito tempo, tivemos que conviver com o descaso do poder público em relação ao descarte irregular de lixo. Tem que ter fiscalização de fato, porque parece que somente assim as pessoas aprendem. Além de nós, comerciantes, acredito que a população em geral também deve ter a educação de jogar o lixo na lixeira. É o mínimo que se deve fazer. Se cada um fizer sua parte, teremos um local limpo e organizado”, afirmou a gerente de uma loja de roupas, Maria das Graças. 

A campanha foi dividida em duas etapas: na primeira, cuja previsão é que dure cerca de três meses, equipes da Prefeitura vão atuar de forma educativa, com o intuito de conscientizar a população; já a segunda, que se dará em caráter permanente, os infratores que insistirem na prática ilegal serão punidos em operações de repressão ao descarte irregular e lixões clandestinos pelas equipes de fiscalização. As multas diárias podem ultrapassar o valor de R$ 500.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas