Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,0932 Euro up 5,2628
Search

Deputado bolsonarista posta foto com ex-marido e agressor de Maria da Penha

Marco Antonio Heredia Viveros foi preso em 2002 pelas diversas agressões

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 01 de setembro de 2021 - 17:48
Marco Antonio (esquerda) e Jessé Lopes (direita)
Marco Antonio (esquerda) e Jessé Lopes (direita) -

O deputado estadual catarinense, Jessé Lopes (PSL), postou recentemente em suas redes sociais uma foto com o colombiano naturalizado brasileiro Marco Antonio Heredia Viveros, ex-marido e agressor de Maria da Penha. A imagem pblicada pelo político bolsonarista causou indignação nas redes.

“Conhecem este senhor? Seu nome é Marco Antônio, o marido da Maria da Penha. Visitou o meu gabinete e contou a sua versão sobre o caso que virou lei no Brasil. Sua história é, no mínimo, intrigante.”, dizia a postagem.

Maria da Penha foi agredida constantemente ao longo do casamento e em 1983 ficou paraplégica após Marco Antonio atirar em suas costas enquanto ela dormia. Após perceber que a tentativa de assassinato teria falhado, o agressor manteve a ex-esposa em cárcere privado submetendo-a a mais agressões e uma nova tentativa de assassinato, dessa vez tentando eletrocutá-la durante o banho.

O caso finalmente ganhou repercussão em 1998, mas Marco Antonio só foi preso em 2002, um ano após a Corte Interamericana de Direitos Humanos condenar a justiça brasileira por omissão, negligência e complacência com o ato.

A Lei Maria da Penha, sancionada em 7 de agosto de 2006 pelo governo do ex-presidente Lula, criminaliza a violência doméstica e familiar contra mulher e prevê a criação de mecanismos para coibi-la, além de assegurar os direitos de todas as mulheres em solo brasileiro, conforme previstos pela Constituição de 1988.

A institucionalização da lei que completou 15 anos no último dia sete é fruto de uma longa luta por parte de Maria da Penha junto aos movimentos feministas no Brasil.

Matérias Relacionadas