Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 5,1937 | Euro R$ 5,5292
Search

Empresários de diferentes setores pedem a volta do horário de verão por conta da crise hídrica

Pedido feito em julho foi negado pelo presidente

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 30 de agosto de 2021 - 16:48
Até aliados de Bolsonaro, como Luciano Hang, são favoráveis ao retorno da medida
Até aliados de Bolsonaro, como Luciano Hang, são favoráveis ao retorno da medida -

Empresários do setor de turismo, entretenimento e alimentação preparam um novo pedido para o retorno do horário de verão diante do agravamento da crise hídrica no país. A nova solicitação está sendo feita mesmo após o presidente Jair Bolsonaro e o Ministério de Minas e Energia ter rejeitado o primeiro pedido, feito em julho. 

Bolsonaro, na live da última quinta-feira (26), disse que o país está no "limite do limite" e recomendou apenas que os seguidores apagassem um ponto de luz para economizar energia. Na ocasião, o presidente disse que "não vê ninguém pedindo", mas vai retomar o horário "se a maioria for favorável". 

O presidente extinguiu o horário de verão em 2019, defendendo que a medida adotada historicamente no país não gerava economia de energia. Bolsonaro também afirmou que sem 'a hora a mais', o trabalhador teria mais produtividade, uma vez que a falta do horário de verão favoreceria o relógio biológico. 

Até mesmo aliados do presidente, como o empresário Luciano Hang, são favoráveis à medida. Segundo ele, o horário de verão ajuda a economia e setores como turismo, restaurantes e comércio, e também gera mais empregos na indústria e teria impacto positivo na qualidade de vida dos brasileiros.

Matérias Relacionadas