Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,1592 Euro down 5,3197
Search

Mesmo preso o deputado federal Daniel Silveira, continua tendo seus gastos reembolsados pelos cofres públicos

No total foram R$19,7 mil em despesas com combustível, táxis e e pedágios

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 29 de agosto de 2021 - 13:39
Daniel Silveira (PTB-RJ)
Daniel Silveira (PTB-RJ) -

Mesmo estando preso, o deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ) segue tendo seus gastos com combustível, táxi e pedágios reembolsado por meio de sua cota parlamentar. As despesas acumuladas por Silveira desde março custaram R$19,7 mil aos cofres públicos.

Algumas notas fiscais mostram a compra de centenas de litros de gasolina em um único dia. Só em 26 de março, foram adquiridos 551 litros por um valor total de R$3.421. Ao Metrópoles, a assessoria do parlamentar afirmou que os gastos são referentes ao cumprimento das agendas dos seus assessores no estado do Rio de Janeiro. 

Pelas regras da casa, a cota parlamentar pode ser usada livremente pelos funcionários de congressistas. Contudo, estas constam sobre o nome do próprio Daniel Silveira.

O deputado foi preso no dia 16 de fevereiro por publicar um vídeo fazendo apologia ao AI-5 e atacando os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), em suas redes sociais. O Ato Institucional Cinco, referido em vídeo pelo parlamentar, foi o mais duro de todos os Atos Institucionais e promulgou a suspensão de todos os direitos garantidos por lei pela Constituição brasileira à seus habitantes e a institucionalização da tortura pelos agentes do Estado, entre outras coisas.

A ordem de prisão do deputado foi expedida pelo ministro do STF, Alexandre de Moraes e decretava o cumprimento da pena sob regime fechado, mas atualmente ele se encontra em prisão domiciliar.

Em julho deste ano o Ministério Público Federal entrou com uma ação de improbidade administrativa contra Silveira pela uso indevido da cota parlamentar, mas o processo não foi adiante.

Matérias Relacionadas