Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 5,1515 | Euro R$ 5,5085
Search

Deputado federal Carlos Jordy tem sentença mantida e terá que pagar R$35 mil em indenização a Felipe Neto

Em suas redes sociais o influencer prometeu doar todo o dinheiro arrecado para instituições beneficentes

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 28 de agosto de 2021 - 12:28
Influenciador digital, Felipe Neto
Influenciador digital, Felipe Neto -

O deputado bolsonarista Carlos Jordy (PSL-RJ), político com base de atuação em Niterói, teve sua sentença confirmada pelo desembargador Fernando Fernandy Fernandes, da 13ª Vara Cível, nesta quinta-feira (26) e terá que pagar R$35 mil em indenização por danos morais para o influenciador digital Felipe Neto. Em um post no Twitter, Neto afirmou que todo o dinheiro arrecadado com o processo será destinado às entidades humanitárias Instituto Marielle Franco e Ocupação Sapatão.

O processo à Jordy teve início em função de uma postagem feita por este em seu Twitter, na qual ele acusava o influencer de envolvimento no massacre de Suzano e alegava que a barbárie teria sido cometida por seus seguidores.

“Quando digo que pais não devem deixar os filhos assistirem vídeos do Felipe Neto, não é brincadeira. Em 2016, ele fez um vídeo ensinando a entrarem em sites da deepweb. Agora descobriram que os assassinos de Suzano pegaram as informações para o massacre num dos sites após assistirem ao vídeo”, disse ele na postagem.

O Massacre de Suzano foi uma chacina ocorrida em 13 de março de 2019, na Escola Estadual Professor Raul Brasil no município de Suzano, no estado de São Paulo. Na ocasião, dois jovens armados invadiram o local e assassinaram 5 estudantes e 2 funcionárias da instituição da qual eram ex-alunos.

O acórdão promulgado nesta sexta-feira (27) prevê ainda a retratação pública do deputado federal nos espaços em que a notícia falsa foi veiculada. A retratação deverá ser mantida pelo prazo de 60 dias estando o condenado sujeito a multa diária de R$500 pelo descumprimento da sentença. Jordy ainda terá que pagar as custas processuais e honorários advocatícios da defesa de Neto, fixados em 15% sobre o valor da indenização.

A sentença foi outorgada em primeira instância pela juíza Bianca Ferreira do Amaral Machado Nigri, da 1ª Vara Cível do Rio de Janeiro, no dia 16 de março de 2020. Em julho do mesmo ano o deputado recorreu e a sentença foi confirmada esta semana mediante apreciação de Fernando Fernady Fernandes.

O Instituto Marielle Franco é uma ONG criada pela família de Marielle com o intuito de dar continuidade ao trabalho da política, perpetuando seu legado e auxiliando mulheres e pessoas pretas e periféricas que desejem ocupar espaços políticos. Marielle Franco foi assassinada a tiros por milicianos em 14 de março de 2018 junto de seu motorista Anderson Pedro Mathias Gomes, no Estácio, no Rio de Janeiro.

Já a Ocupação Sapatão é um espaço cultural em Salvador construído com o intuito de proporcionar espaços de entretenimento, voltados para exposições artísticas e culturais, onde mulheres e pessoas LGBTQIAP+ sejam protagonistas. Até o fechamento desta edição, o deputado não havia sido localizado para se manifestar sobre o assunto. 

Matérias Relacionadas