Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 5,2113 | Euro R$ 5,5412
Search

IML de Niterói realiza palestra sobre crime de feminicídio e a lei Maria da Penha

Objetivo é capacitar profissionais que atuam na unidade

relogio min de leitura | Escrito por Renata Sena | 25 de agosto de 2021 - 16:21
Palestram também podem ser assistidas on-line
Palestram também podem ser assistidas on-line -

O Instituto Médico Legal (IML) do Barreto, em Niterói, foi palco para mais uma palestra voltada para conscientização e treinamento de policiais civil e federal, além de técnicos responsáveis pelo atendimento nas Sala Lilás. 

Nessa quarta-feira (25), as palestrantes falaram sobre o crime de Feminicídio e a Lei Maria da Penha. 

Sandra Ornelas, delegada da Polícia Civil há 22 anos, diretora do Departamento Geral de Direito a Mulher, professora de história e de  direito penal, foi a primeira a falar sobre o tema. 

Além de mostrar dados históricos, Sandra mostrou abordagens usadas erroneamente até hoje durante alguns casos. Destacando a importância de acolhimento a vítima e a necessidade de desenvolvimento no atendimento. 

Bia Queiroga, Coordedenadora da Sala Lilás, do Barreto, acompanha todas as palestras junto com o diretor do IML, Thiago Dutra Vilar. 

A segunda palestrante do dia foi a Juíza Juliana Cardoso, que falou sobre os 15 anos da Lei Maria da Penha. 

A palestra destacou a disparidade entre os números. Já que o Brasil aparece em 5°Lugar no ranking mundial sobre violência doméstica, mas a Lei Maria da Penha é considerada a 3° Melhor Lei do mundo, perdendo apenas para Espanha e Chile. 

As palestras acontecem entre os meses de agosto e setembro, de 15 em 15 dias. O público alvo pode, além de assistir presencialmente, se cadastrar através do site da Polícia Civil e assistir online as palestras

Matérias Relacionadas