Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down 5,0741 Euro down 5,2058
Search

Balões: prática criminosa ameaça matas em áreas de proteção ambiental de São Gonçalo

Saiba como denunciar

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 24 de agosto de 2021 - 11:30
Incêndio atingiu a APA Estâncias de Pendotiba, no bairro Maria Paula
Incêndio atingiu a APA Estâncias de Pendotiba, no bairro Maria Paula -

Clima seco, estiagem e a prática criminosa da soltura de balões. Esses três ingredientes compõem uma fórmula fatal para as Áreas de Proteção Ambiental (Apas), da cidade de São Gonçalo. Na tarde do último domingo (24), por volta das 15h, a APA Estâncias de Pendotiba, em Maria Paula, foi atingida por um incêndio de grandes proporções. O espaço atingido integra uma área de Mata Atlântica, bioma que a cada dia que passa tem a sua sobrevivência ameaçada pelo desmatamento e também pelos incêndios criminosos decorrentes de queimadas para construções irregulares e balões que caem nas florestas.

O incêndio na Área de Proteção Ambiental de Maria Paula não avançou graças à ação imediata dos guardas municipais do Grupamento de Defesa e Proteção Ambiental (GPAm) da Guarda Municipal de São Gonçalo, que utilizando abafadores, conseguiram conter o fogo. Ao todo, 25 guardas integram o grupamento, que atua na proteção nas quatro APAs da cidade.

“Cada hectar perdido em um incêndio criminoso desses é uma contribuição para o aumento da temperatura na cidade. As florestas regulam o clima. Não adianta apenas o poder público investir em ações de reflorestamento se a população não se conscientizar que soltar balões é crime”, destacou o subsecretário de Meio Ambiente, Gláucio Brandão.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente faz um alerta para a população de São Gonçalo sobre a soltura criminosa de balões. Segundo a Lei Nº 9.605, de 12 de fevereiro a soltura de balões é crime ambiental, passível de detenção, de um a três anos, multa, ou ambas as penas cumulativamente. A mesma pena pode ser aplicada para quem destruir ou danificar vegetação em estágio avançado ou médio de regeneração, da Mata Atlântica, ou utilizá-la com infringência das normas de proteção.

Os incêndios criminosos em área de proteção seguem na contramão dos investimentos que vêm sendo feitos para criação de novas Unidades de Conservação da Natureza e na recuperação de áreas degradadas na cidade de São Gonçalo, como por exemplo, o programa Florestas do Amanhã, uma parceria com o Governo do Estado do Rio de Janeiro para reflorestar aproximadamente 1 milhão de metros quadrados com espécies nativas da Mata Atlântica na cidade.

Denúncia

As denúncias sobre soltura ou mesmo locais que realizem confecções de balões, podem ser feitas por telefone através da Linha Verde do Disque Denúncia, exclusivo para recebimento de informações sobre crimes ambientais, através do número 0300 253-177 (interior) ou 2253-1177 (capitais). Através da internet, as denúncias podem ser feitas pelo aplicativo para celulares ‘Disque Denúncia RJ’, onde usuários com sistema operacional Android ou IOS podem denunciar anexando fotos e vídeos, também com a garantia do anonimato ou então pela fanpage do Linha Verde no facebook (facebook.com/linhaverdedd).

Matérias Relacionadas