Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down 5,4907
Search

Mãe ganha indenização de R$ 50 mil do Estado do Rio após a morte de bebê

A vítima ficou 27 horas sem saber sobre os batimentos de seu filho

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 22 de agosto de 2021 - 19:02
O caso ocorreu em Duque de Caxias
O caso ocorreu em Duque de Caxias -

Uma mulher, em trabalho de parto, ficou cerca de 27 horas em um hospital sem uma avalição médica dos batimentos cardíacos de seu bebê. A criança acabou morrendo e a mulher processou o hospital. Por causa disso, ela ganhou uma indenização de R$ 50 mil por danos morais e descaso médico.

A mulher entrou em trabalho de parto aos oito meses de gravidez. Segundo informações, o caso ocorreu no Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias. Ela procurou a unidade de saúde, mas a criança acabou morrendo antes do parto. No entanto, a mulher ficou 27 horas no hospital sem saber dos batimentos cardíacos de seu filho, que já estava morto.

Após o caso, a mulher iniciou um processo na Justiça contra o hospital em questão. Quem responde pelo hospital é o Estado do Rio, que acabou perdendo a ação e tendo que pagar a indenização pela vítima. A decisão foi tomada por desembargadores da 20ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio.

Judicialmente, o caso foi caracterizado como descaso médico, pois o exame de vitalidade fetal não foi feito. O perito do caso confirmou que o aparelho que realizava o exame estava quebrado. Já o hospital, disse que não havia provas da mulher contra a equipe médica em questão, mas, com a confirmação da perícia de que o exame não foi feito, a mãe da criança que faleceu ganhou o caso.

Matérias Relacionadas