Vacina: Niterói aplica segunda dose da Pfizer em quem teve efeito adverso da AstraZeneca

Para conseguir a dose, morador precisa assinar termo que declara a reação apresentada na primeira dose

Escrito por Redação 11/08/2021 21:59, atualizado em 11/08/2021 22:45
A partir desta quinta é possível receber a segunda dose da Pfizer para quem teve reação adversa à AstraZeneca
A partir desta quinta é possível receber a segunda dose da Pfizer para quem teve reação adversa à AstraZeneca . Foto: Myke Sena/MS

A Secretaria de Saúde de Niterói vai iniciar a partir desta quinta-feira (12) a intercambialidade da Pfizer como segunda dose para as pessoas que apresentaram reação adversa à vacina AstraZeneca nos pontos de imunização do município. Para isso será necessário que a pessoa preencha um termo de consentimento da vacinação onde também declara o efeito adverso apresentado. O documento estará disponível no site da prefeitura e nas unidades de vacinação.

A medida é vista de forma positiva em países como a Alemanha, França, Suécia, Noruega e Dinamarca, que defendem o esquema misto entre aqueles que receberam primeira dose de AstraZeneca.

A Organização Mundial de Saúde recomenda a intercambialidade da AstraZeneca para a Pfizer aos locais com comprometimento do fornecimento da vacina AstraZeneca, como ocorre no Brasil, por conta dos repasses do Ministério da Saúde. Além disso, o Ministério da Saúde já autorizou a medida em gestantes que receberam a primeira dose da AstraZeneca.

Para quem recebeu a primeira dose da AstraZeneca, apresentou algum efeito adverso e deseja receber a Pfizer, é preciso respeitar o intervalo entre as doses, assinar o termo de consentimento e apresentar identidade, CPF, comprovante de residência e comprovante da primeira dose no ato da vacinação.

Niterói alcançou, até o momento, 47% de cobertura vacinal do esquema completo contra a Covid-19 da população-alvo e já imunizou mais de 360 mil pessoas com a primeira dose, ou 88% da população acima de 18 anos.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas