Mulher sofre afundamento no crânio após ser espancada pelo ex-marido em Itaboraí

Agressor fugiu do local

Escrito por Redação 10/08/2021 16:40, atualizado em 10/08/2021 17:26
Caso foi registrado na 71ª DP (Itaboraí)
Caso foi registrado na 71ª DP (Itaboraí) . Foto: Divulgação

Dois dias após a Lei Maria da Penha completar 15 anos, um caso grave de violência doméstica provocou indignação entre moradores de Itaboraí. Uma mulher de 40 anos sofreu um afundamento no crânio e precisou ficar internada após ser agredida pelo ex-marido, na última sexta-feira (6).

Segundo os familiares da vítima, os dois estavam separados há cerca de dois meses, após o fim de um relacionamento que durou dois anos. O agressor, de 44 anos, no entanto, continuava se encontrando constantemente com a mulher na tentativa de retomar a relação. 

Os dois estavam bebendo juntos, na última sexta-feira, quando, por volta de 18h30, os dois começaram a discutir. Em seguida, o homem partiu para a agressão contra a mulher. Ele teria jogado ela no chão, atacado um vaso de barro em sua cabeça e desferido golpes com um casco de cerveja. Não satisfeito, ele também enforcou a vítima.

As agressões só pararam quando a irmã da mulher chegou ao local e gritou por ajuda. O homem aproveitou o momento para fugir do local. Gravemente ferida, a vítima foi encaminhada ao Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no bairro Colubandê, em São Gonçalo, onde permanece internada. 

A vítima está lúcida e passou por exames para avaliar a gravidade dos ferimentos. Até o momento não há informações sobre o paradeiro do agressor. O caso foi registrado na 71ª DP (Itaboraí).

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas